Divulgação
Divulgação

B.J. Thomas, cantor de 'Raindrops Keep Fallin' On My Head', morre aos 78 anos

Música fez parte da trilha do filme 'Butch Cassidy' e venceu Oscar de melhor canção original em 1969; artista lutava contra câncer no pulmão

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2021 | 13h00

B.J. Thomas, cantor de músicas como Raindrops Keep Fallin on my Head e Rock and Roll Lullaby, morreu no sábado, 29, aos 78 anos, em decorrência de um câncer do pulmão, diagnosticado em março, em sua casa na cidade de Arlington, no Texas, nos Estados Unidos, informou sua assessoria.

Tendo trabalhado em gêneros como o pop, o country e o gospel  ao longo de sua carreira, o cantor surgiu musicalmente em 1966, com um cover de I'm So Lonesome I Could Cry, de Hank Williams. Dez anos depois, se consolidou nas paradas de sucesso com (Hey Won't You Play) Another Somebody Done Somebody Wrong Song. Seu álbum Home Where I Belong foi o primeiro gospel a receber o disco de platina nos Estados Unidos por vender mais de 1 milhão de cópias.

Entre 1970 e 1981, foi indicado ao prêmio Grammy em diversas ocasiões, tendo vencido cinco troféus. A música Raindrops Keep Fallin' On My Head, seu principal sucesso, ficou conhecida após fazer parte da trilha sonora do filme Butch Cassidy, o que lhe rendeu o Oscar de melhor canção original em 1969. A música também foi incluída no Hall da Fama do Grammy, em 2014. Já Rock and Roll Lullaby ficou marcada no Brasil por conta da novela Selva de Pedra, em 1972.

Grande fã de beisebol, o cantor passou a ser conhecido como B.J. pelo fato de muitos colegas de seu time também se chamarem Billy Joe, seu nome de batismo. Na adolescência, ele começou a cantar em sua igreja e se juntou a uma banda de rock chamada Triumphs, na qual permaneceria até por volta de 20 anos de idade. Em entrevistas no passado, o cantor destacou ter lutado contra o uso de drogas e o alcoolismo na juventude.

A cantora Dionne Warwick lamentou a morte do cantor, com quem já trabalhou junto, no Twitter: "Minhas sinceras condolências à família de um dos meus parceiros de dueto favoritos, B.J. Thomas. Vou sentir a falta dele, assim como sei que muitas pessoas também vão. Descanse em paz, meu amigo".

* Com informações da agência AP.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Grammymúsicatrilha sonora

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.