REUTERS/Henry Nicholls
REUTERS/Henry Nicholls

Billie Eilish diz que ver pornografia desde os 11 anos 'destruiu o cérebro'

Em entrevista, cantora compartilhou como ela teve pesadelos e dificuldades quando começou a namorar por conta do vício

Agências, Reuters

15 de dezembro de 2021 | 07h16

A cantora norte-americana Billie Eilish falou sobre um vício em pornografia que começou aos 11 anos e como ela teve pesadelos e dificuldades quando começou a namorar.

Eilish, que completa 20 anos no sábado, falou ao programa de Howard Stern na rádio Sirius XM, na última segunda-feira, 13.

“Acho que pornografia é uma vergonha. Eu costumava ver muita pornografia, sendo honesta. Comecei a ver pornografia quando tinha, tipo, 11 anos”, disse a cantora de Bad Guy, dizendo que a ajudava a se sentir legal e a se “enturmar com os caras”.

“Eu acho que realmente destruiu meu cérebro e eu me sinto totalmente devastada por ter sido exposta a tanta pornografia”, acrescentou, dizendo que teve pesadelos porque parte do conteúdo a que assistia era violento e abusivo.

Eilish, que fez escola em casa em Los Angeles e venceu sete prêmios Grammy, é conhecida por suas letras muitas vezes sombrias.

Na balada Male Fantasy, em seu segundo álbum Happier Than Ever, ela canta sobre estar em casa sozinha e se distrair com pornografia, enquanto lembra um relacionamento que foi interrompido.

Tudo o que sabemos sobre:
Billie Eilishpornografiamúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.