Divulgação
Divulgação

Beyoncé lidera na 'Billboard' após recorde de vendas no iTunes

Álbum lançado de surpresa vendeu 1 milhão de cópias em uma semana no mundo

Reuters,

18 de dezembro de 2013 | 21h24

LOS ANGELES - O mais recente álbum da cantora de R&B Beyoncé, que leva o seu nome, ultrapassou em seis dias a marca de 1 milhão de cópias vendidas em todo o mundo e estabeleceu um recorde para o iTunes, segundo a Apple e a Columbia Records nesta quarta-feira.

BEYONCÉ, o quinto álbum solo gravado pela cantora em estúdio, lançado de surpresa nas primeiras horas de 13 de dezembro, sem nenhuma divulgação prévia, contém 14 novas canções e 17 vídeos, e rapidamente chegou ao topo de vendas de álbuns na plataforma iTunes em todo o mundo.

O álbum também estreou nesta quarta-feira no topo da parada semanal de álbuns Billboard 200, com 617.000 cópias vendidas nos Estados Unidos na semana encerrada em 15 de dezembro, de acordo com dados da Nielsen SoundScan.

O álbum digital deluxe, disponível exclusivamente no iTunes, só pode ser comprado num pacote único de som e vídeos e custa US$ 15,99 na loja dos EUA. Uma versão física será colocada à venda antes das festas de fim de ano.

O lançamento-surpresa do álbum encerra um ano em que Beyoncé, de 32 anos, planejou um retorno cuidadoso ao mundo da música depois de ficar um tempo afastada para ter seu primeiro filho, a menina Blue Ivy, com o marido, o rapper Jay Z. Tanto Blue Ivy como Jay Z são citados como colaboradores no novo álbum e aparecem em vídeos que acompanham o álbum.

Lançar um álbum sem nenhuma divulgação antecipada ou publicidade é algo raro, especialmente para uma das principais artistas da atual indústria da música. Mas o sucesso de Beyoncé não significa necessariamente que outros artistas possam conseguir copiar com sucesso sua invisível estratégia de lançamento.

Tudo o que sabemos sobre:
BeyoncéiTunesBillboardmúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.