Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Paul Buck/AP - Arquivo
Paul Buck/AP - Arquivo

Beyoncé doa dinheiro arrecadado em show ligado a Kadafi

Cantora diz que doou o dinheiro arrecadado em uma festa particular para ajudar o Haiti

REUTERS

03 de março de 2011 | 13h01

A cantora norte-americana Beyoncé disse que doou o dinheiro arrecadado em uma festa particular em 2009 à ajuda humanitária no Haiti, depois de descobrir que o promotor do evento tinha ligações com a família do líder líbio, Muamar Kadafi.

A cantora, de 29 anos, é a mais recente artista a se afastar do clã de Kadafi, seguindo a condenação internacional contra o líder líbio e suas tentativas de reprimir as revoltas populares na Líbia. Informações também foram divulgadas sobre artistas que se apresentaram para integrantes de seu círculo nos últimos anos.

Ainda nesta semana, a cantora canadense Nelly Furtado disse que doaria US$ 1 milhão que ela arrecadou por uma apresentação na Itália à família do líder líbio.

"Todo o dinheiro pago à Beyoncé por sua apresentação em uma festa privada na praia de Nikki Beach, em St. Barts, na véspera do Ano Novo de 2009, incluindo comissões pagas à sua agência, foi doado aos esforços humanitários no Haiti há mais de um ano", disse Beyoncé em comunicado divulgado em seu site.

"Uma vez que foi revelado que o promotor de eventos terceirizado tinha ligações com a família Kadafi, a decisão foi de entregar o pagamento para uma boa causa."

(Reportagem de Mike Collett-White)

Tudo o que sabemos sobre:
Muamar KadafiBeyoncé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.