Eduardo Munoz/Reuters
Eduardo Munoz/Reuters

Beyoncé denuncia intolerância em mensagem para formandos da geração 2020

A cantora foi convidada a participar da cerimônia virtual Dear Class of 2020

Redação, O Estado de S. Paulo

08 de junho de 2020 | 09h09

Beyoncé enviou uma mensagem no domingo, 7, para a geração de formandos 2020, em um discurso no qual destacou as conquistas dos estudantes e divulgou a mensagem do movimento Black Lives Matter, além de elogiar os que trabalham por mudanças.

A estrela estava em uma privilegiada lista de personalidades convidadas para participar na cerimônia virtual global do Youtube Dear Class of 2020 ("Querida Classe 2020").

"Vocês chegaram aqui no meio de uma crise global, uma pandemia racial e uma expressão mundial de indignação pelo assassinato sem sentido de mais um ser humano negro desarmado", afirmou a artista de 38 anos, que tem três filhos. "E mesmo assim vocês conseguiram. Estamos muito orgulhosos de vocês".

Beyoncé se referia aos protestos contra o racismo que acontecem nos Estados Unidos, com milhares de pessoas nas ruas para denunciar a brutalidade policial e a supremacia branca sistêmica.

"Obrigado por usar sua voz coletiva para que o mundo saiba que as Vidas dos Negros Importam", disse, ao mencionar o movimento Black Lives Matter.

"A verdadeira mudança começou com vocês, esta nova geração de formandos do Ensino Médio e das Universidades que celebramos hoje".

A artista também denunciou o persistente sexismo na indústria da música.

"Como mulher, eu não vi modelos femininos suficientes tendo a oportunidade de fazer o que sabiam que tinham que fazer", relatou.

"Para dirigir minha gravadora e administrar minha empresa, administrar minhas turnês, isto significava ser dona - dona das minhas fitas masters, dona do meu coração, dona do meu futuro e dona da minha própria história".

Beyoncé concluiu a mensagem com um recado aos que se sentem marginalizados: "Sua homossexualidade é linda, sua negritude é linda, sua compaixão, seu entendimento". "Sua luta por pessoas que podem ser diferentes de você é linda".

 

Tudo o que sabemos sobre:
Beyoncéracismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.