Bethânia recebe Lenine e Angela Ro Ro

Poucos intérpretes conseguem exibir, num palco, carisma comparável ao de Maria Bethânia. É tarefadifícil que a cantora, com toda seu "baianês", desempenha semgrande esforço. Ela não arranca, à força, a empatia do público.Ela a conquista, com um sorriso, a fala mansa, a voz potente."A coisa de que mais gosto é estar no palco. O resto é muitochato, tedioso. Tenho adoração por estúdio, mas é uma criaçãosolitária", diz. Sábado, a diva estará de volta a um de seuslugares preferidos no mundo, com show realizado ao ar livre, naPraça da Paz do Parque do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo.O espetáculo faz parte do projeto Pão Music, do GrupoPão de Açúcar, que tem dez anos de existência. Durante este ano,o projeto levou ao Ibirapuera os outros três "doces bárbaros":Gilberto Gil, Caetano Veloso e Gal Costa. A idéia é relembrar oquarteto baiano Os Doces Bárbaros, formado nos anos 70. Assimcomo Gil, Caetano e Gal, Bethânia apresentará um show só dela,com direito a convidados especiais - no caso, Angela Ro Ro eLenine. É uma espécie de "aquecimento" para o grande encontrodos Doces Bárbaros, 25 anos depois, marcado para dezembro,também no Parque do Ibirapuera, também pelo Pão Music. "O Gildeve trazer uma ou duas novas canções para esse show dos DocesBárbaros. Pode ser que traga mais, ele disse que estáconversando com o Caetano", diz Bethânia. "Não tenhoparticipação no processo criativo do show, vou interpretar."Enquanto dezembro não chega, Maria Bethânia concentra-seneste espetáculo ao ar livre que, mesmo trazendo as canções doCD "Maricotinha", não vai se a ater somente a esse recentetrabalho da cantora. No repertório, estão canções do irmãoCaetano Veloso, além de Chico César, Roberto Carlos, Cazuza,Frejat, entre outras. "Como será um show à tarde, ao ar livre,precisa ser algo saboroso."Ao lado de Maria Bethânia, Angela Ro Ro e Lenine,convidados escolhidos a dedo pela cantora. Angela Ro Ro, por seruma compositora da geração de Bethânia. Lenine, por ser umcompositor da novíssima geração. "Já cantei músicas de Angela,mas nunca havia cantado com ela", explica Bethânia. Para aescolha de Lenine, prevaleceu também a identificação. "Ele égrande compositor, músico extraordinário, arranjador e cantamuito bem. Às vezes, se é bom compositor, mas não bom cantor",pondera. "Quando dividimos o palco, vi que ele tem paixão pelacoisa." Com os dois, Bethânia dividirá o palco em algumasmúsicas. Com Angela Ro Ro, ela planeja resgatar composições dadécada de 60. Já com Lenine, pretende interpretar um frevo, jáque o músico é pernambucano. Apesar de não haver ainda nadaprogramado, os três devem também cantar juntos.O show do Pão Music será levado para os cariocas nodomingo, tendo como cenário a praia de Copacabana. Segundo acantora, ela seguirá o mesmo roteiro no Rio. Em São Paulo, aabertura do espetáculo será feita pelos Meninos do Morumbi e, noRio, pelo grupo cultural Afro Reggae. Salvo isso, as diferençasficam mesmo por conta da particularidade das duas platéias. "Opúblico paulistano é maravilhoso e, assim como o do Rio, BeloHorizonte, Curitiba, é mais bem preparado, bem informado, porisso, exigente."Maria Bethânia acaba de lançar o álbum duploMaricotinha ao Vivo, por uma nova gravadora, a independentee carioca Biscoito Fino. O CD foi gravado em São Paulo, no anopassado, em comemoração a seus 35 anos de carreira. "A BiscoitoFino tem como grande estrela a música brasileira e quer dar umtratamento diferenciado a cada artista. Isso é bacana", dizBethânia, citando as principais razões de sua mudança. "Sempretive liberdade em outras gravadoras também, disso não possoreclamar." Mesmo contente com o novo contrato, a cantoraplaneja, em breve, ter o próprio selo. "Para fazer as coisas deque gosto."Maria Bethânia, na série Pão Music, projeto do Pão deAçúcar. Com Lenine e Angela Ro Ro. Sábado, às 17 horas. Entradafranca. Praça da Paz/ Parque do Ibirapuera Avenida Pedro ÁlvaresCabral, s/n.º, tel. 0800-115060. Patrocínio: Grupo Pão deAçúcar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.