Belo já é considerado foragido da Justiça

O pagodeiro Marcelo Pires Vieira, o Belo, condenado a 8 anos de prisão por tráfico e associação para o tráfico, já é considerado foragido da Justiça. Seus advogados informaram que, por enquanto, ele não tem intenção de se apresentar. Os defensores vão entrar com habeas-corpus e pedido de liminar no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que ele recorra em liberdade.A sentença da 8.ª Câmara Criminal saiu anteontem à noite e os agentes da Polinter iniciaram a busca ao cantor nos endereços que ele havia fornecido à Justiça. Belo já tinha sido condenado a 6 anos. A decisão de anteontem aumentou a pena. Em junho de 2002, Belo ficou preso 36 dias. Os policiais estiveram na casa dele, no Recreio, zona oeste, na de amigos e na de parentes. Até o fim da tarde de ontem, Belo não havia sido encontrado. "Ele já pode ser considerado foragido. Isso dá subsídio para que não responda em liberdade", disse o diretor da Polinter, delegado Rodolfo Waldeck. Ele informou que toda a polícia do Estado está avisada para evitar que o cantor viaje."Em momento nenhum o Belo se negou a comparecer à Justiça, mas não está decidido se vai se apresentar ou não", disse Cesar Ferraro, um dos advogados do pagodeiro. Ele falou por telefone com seu cliente assim que soube da sentença. "Ninguém recebe com tranqüilidade uma notícia de condenação, mas ele pediu que fizéssemos o que tinha de ser feito."O assessor de Belo, Ubiratan Lima, disse que ele está "muito chateado" e aguarda a decisão do recurso. Os shows que Belo faria ontem, em São Paulo, e hoje, no Rio, foram cancelados.

Agencia Estado,

13 de dezembro de 2003 | 08h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.