Barbra Streisand protesta contra demissão de jornalista

A cantora americana Barbra Streisand cancelou sua assinatura do jornal Los Angeles Times para protestar contra a demissão do colunista Robert Scheer, autor dos editoriais mais liberais da publicação. Streisand colocou, na quinta-feira, em sua página de internet a carta que enviou no mês passado ao jornal para expressar seu mal-estar pela demissão. Antes de assumir a função de editorialista, Scheer trabalhou como repórter do diário durante 17 anos e, inclusive, concorreu ao prêmio Pulitzer.A cantora - que não foge de uma boa controvérsia e apoiou publicamente o Partido Democrata - na carta, dirigida a Andrés Martínez, editor da página de opinião, critica a direção do jornal pela demissão de Scheer e de outros colunistas, no mês passado.Streisand afirma que a demissão de Scheer transgride "o espírito" da comunidade do sul da Califórnia, caracterizada pela pluralidade política. Com a demissão, diz, "se diluiu, de maneira inegável, a diversidade de vozes em seus editoriais e temo que isto, em última instância, reduzirá seu número de leitores". Ao final indica que saiu em busca de fontes de informação "mais confiáveis e imparciais".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.