AP
AP

Barack Obama fará participação especial em novo álbum do Coldplay

Grupo também contou com a colaboração de Beyoncé, Noel Gallagher, Tove Lo e Merry Clayton

AFP

23 de novembro de 2015 | 18h15

O novo disco do Coldplay contará com a participação do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, uma vez que o álbum incluirá a versão que este entoou recentemente da canção Amazing Grace.

O pequeno fragmento com a voz de Obama será utilizado como interlúdio do sétimo disco do grupo, intitulado A Head Full Of Dreams e que será lançado no próximo dia 4 de dezembro, segundo informou nesta segunda-feira o jornal The Sun.

Os britânicos decidiram fazer uso da interpretação que o presidente americano fez deste clássico do gospel no funeral do senador democrata estadual Clementa Pinckney.

O político foi assassinado em junho deste ano junto com outras oito pessoas em um tiroteio em uma igreja metodista de Charleston (Carolina do Sul), um lugar historicamente utilizado pela comunidade negra da cidade.

Nas palavras do vocalista da banda, Chris Martin, o fato de que Obama tenha cantado essa música após os assassinatos é de tal "importância histórica" que optaram por acrescentar um fragmento desse momento em seu novo álbum.

O grupo conseguiu a permissão da Casa Branca para incluir a voz do presidente, que já confessou anos atrás ser fã do Coldplay.

"A Head Full Of Dreams" será lançado apenas um ano depois do álbum "Ghost Stories", que o grupo decidiu não apresentar ao vivo.

A banda já pôs à disposição do público o primeiro single do álbum, "Adventure Of A Lifetime", e confirmou que as novas canções terão mais energia e cor que as canções intimistas de "Ghost Stories".

Barack Obama não é o único convidado especial do novo trabalho do Coldplay, que também contou com a colaboração de Beyoncé, Noel Gallagher, Tove Lo e Merry Clayton.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.