Efe
Efe

Barack Obama critica Kanye West por protesto em premiação

Rapper tomou microfone de cantora para protestar contra escolha em VMA; para presidente, ele foi 'estúpido'

15 de setembro de 2009 | 20h42

O escândalo protagonizado pelo rapper Kanye West no Video Music Awards (VMA) da MTV norte-americana continua dando o que falar. Após críticas generalizadas no show business, chegou a vez do presidente dos Estados Unidos condenar a atitude do cantor, que invadiu o palco da premiação no último domingo, 13, para protestar contra a escolha de You Belong With Me, de Taylor Swift, como melhor clipe. "Penso que aquilo foi realmente inapropriado", afirmou Barack Obama antes de uma entrevista para o canal CNBC. Bem humorado, ele continuou dizendo que West é um "jackass", termo utilizado com frequência nos EUA para chamar alguém de estúpido, idiota. O áudio foi divulgado pelo site especializado em celebridades TMZ.

 

som Ouça Obama comentando o episódio no TMZ

 

West também parece ter se arrependido. Na noite de segunda-feira, o rapper foi ao programa de Jay Leno, um dos mais populares dos EUA, para pedir desculpas por ter tirado o microfone das mãos da jovem cantora para dizer que Single Ladies, de Beyoncé, deveria ser o vencedor. "Foi rude, ponto final", afirmou. Ele disse ainda que gostaria de pedir desculpas a Taylor pessoalmente.

 

Mas nem tudo foi perdido para a cantora - o caso ganhou grande repercussão no país, e Taylor, que até então fazia sucesso apenas entre adolescentes, ganhou muita publicidade. Na segunda-feira, ela disse à imprensa americana que estava recebendo um enorme apoio, tanto do público quanto de outros artistas, mas confessou que o incidente a "chateou muito", afinal aquela era sua primeira vez no VMA.

Tudo o que sabemos sobre:
Kanye WestTaylor SwitfVMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.