AFP
AFP

Banda japonesa SMAP causa comoção na Ásia com anúncio de separação

Grupo de cinco homens se formou em 1988 quando seus membros ainda eram adolescentes

Thomas Wilson, Reuters

14 de agosto de 2016 | 18h42

TÓQUIO - A banda japonesa SMAP irá se separar no final do ano, divulgou sua agência neste domingo, 14. desapontando legiões de fãs no Japão e na Ásia apenas sete meses depois de os membros terem se comprometido a ficar juntos.

O SMAP, cujo nome significa Sports Music Assemble People, tinha evitado a separação em janeiro, levando a uma onda de alívio coletivo que incluiu manifestações do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.

O grupo de cinco homens, que se formou em 1988 quando seus membros ainda eram adolescentes, vai se separar em 31 de dezembro, anunciou a Johnny & Associates em comunicado, acrescentando que todos os membros continuarão com carreiras solo.

"Pedimos desculpas pelos problemas que causamos. Por favor nos perdoem por um resultado como este. Nós estamos tão tristes", afirmou o líder do grupo, Masahiro Nakai, segundo a agência de notícias Kyodo.

A separação atraiu ampla cobertura da mídia neste domingo e levou legiões de fãs a expressarem sua tristeza com o fim do grupo no Twitter.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Shinzo AbeTwitter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.