Banda exorciza má fase com "Yoko"

Divórcios, noivado desfeito, crise de identidade. A banda Beulah, de São Francisco, passou por um péssimo momento na gravação de seu quarto disco. O resultado desse sofrimento todo chega às lojas dos EUA em setembro com um nome sugestivo: Yoko. Três dos seis membros do Beulah se divorciaram durante as gravações. O cantor do grupo, Miles Kurosky, terminou a relação com a mulher com quem pretendia casar. Além disso, todos os integrantes do Beulah começaram a questionar os benefícios que a vida musical lhes trouxe.Na entrevista que a banda deu à revista Rolling Stone, eles deixam apenas sugerida a referência a Yoko Ono. Deram uma outra explicação para confundir um pouco mais: há uma música em Yoko que se chama You?re Only King Once, cujas iniciais formam o nome da viúva de John Lennon.Pode até ser verdade, mas com uma trajetória dessas, o nome do disco está fadado a ser visto como uma piada com Yoko Ono. Acusada de envenenar o ambiente entre os Beatles, principalmente entre John Lennon e Paul McCarteny, Yoko Ono ainda é, para muitos, a culpada pelo fim dos Beatles, em 1970. Pelo fato de exorcizar um mau momento em sua história com o disco Yoko, o Beulah parece também pensar assim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.