Balaclava
Balaclava

Balaclava Digital terá shows e debates com atrações nacionais e internacionais

Entre os convidados deste ano, estão a banda Cansei de Ser Sexy, a apresentadora Titi Müller, o youtuber e crítico de música Anthony Fantano, e os músicos Mac DeMarco, Mac McCaughan, Josyara, Kiko Dinucci e Mel

Guilherme Sobota, O Estado de S. Paulo

14 de outubro de 2020 | 17h54

Evento que já cavou seu espaço no calendário anual de São Paulo, o Balaclava Fest (que tinha mais de uma edição por ano) será virtual em 2020, por conta das implicações da pandemia. O Balaclava Digital ocorre entre os dias 19 e 25 de outubro, com transmissões ao vivo pelo Twitch, e terá apresentações ao vivo e "encontros inéditos entre artistas da música indie nacional e estrangeira e outros profissionais relevantes na indústria fonográfica para debater temas como a produção musical, panorama do mercado atual, diversidade nos festivais, música de vanguarda e assuntos relacionados ao entretenimento e a consciência contemporânea".

Entre os convidados deste ano, estão a banda Cansei de Ser Sexy, o cantor e compositor Mac DeMarco, a apresentadora Titi Müller, a cantora e performer Jup do Bairro, o guitarrista do Ride, Andy Bell, o cantor e compositor Mac McCaughan, o youtuber e crítico de música Anthony Fantano, e os músicos Josyara, Kiko Dinucci e Mel (veja a programação completa abaixo; os horários dos shows e debates ainda não foram divulgados).

Todo o conteúdo dos sete dias do Balaclava Digital poderá ser acessado de forma gratuita nos canais da Balaclava Records no Twitch, Instagram e YouTube. O link para assistir é o Twitch.tv/BalaclavaRecords.

Na semana seguinte, de 26 a 30 de outubro, os sócios da Balaclava Records, Fernando Dotta e Rafael Farah, vão dar início a uma série especial sobre as 10 edições do Balaclava Fest. Os 5 episódios serão exibidos no IGTV da @balaclavarecords com comentários sobre histórias de bastidores e memórias afetivas, segundo a produção.

O festival digital é fruto da parceria entre a marca Heineken e a Balaclava Records.

Veja a seguir a programação com a descrição das mesas fornecidas pela Balaclava.

Programação do Balaclava Digital 2020

19/10

  • Debate: Produção Musical

Para a estreia, Tomás Bertoni (membro-fundador banda Scalene e sócio-fundador do Festival CoMA) será o mediador do talk que explora o tema Produção Musical e receberá os artistas Kassin (produtor musical, cantor, compositor e multi-instrumentista), Lucas Silveira (cantor, guitarrista, pianista, escritor e compositor do Fresno) e Monica Agena (compositora, cantora e guitarrista e integrante da Moxine), que debaterão sobre o papel da música na cena nacional, métodos de trabalho, produtores musicais da atualidade, entre outros assuntos no entorno desse conteúdo.

  • Entrevistas: Cansei de Ser Sexy & Matt Wilkinson

Ana Rezende e Luiza Sá, integrantes da Cansei de Ser Sexy, falam sobre empoderamento na música e momentos marcantes na carreira da banda, formada só por mulheres e que mexeu forte com a música alternativa na década 2000. O radialista inglês Matt Wilkinson conta detalhes sobre seu passado na revista NME, sua paixão pelo Oasis e seu programa na Apple Music.

20/10

  • Case Heineken®: O sucesso por trás dos seus projetos culturais e medidas durante a nova realidade

Com mediação de Fernando Dotta e Rafael Farah (sócios fundadores do selo Balaclava Records), o talk contará também com a presença de Vanessa Brandão (Diretora de marcas premium do Grupo HEINEKEN no Brasil), e Zé Ricardo (curador do Palco Sunset do Rock in Rio), que abordarão conceitos de ativações, experiências para o público, e destacando principalmente as colaborações mútuas entre as marcas - Heineken® e Rock in Rio são parceiros desde 2011.

  • Entrevistas: Ciro Hamen e Rachel Goswell

A cantora, compositora e guitarrista da banda inglesa de shoegaze Slowdive, Rachel Goswell, e o apresentador, roteirista, produtor, editor e criador do canal O Brasil Que Deu Certo, Ciro Hamen, também neste dia darão entrevistas ao festival.

21/10

  • Debate: O panorama atual da indústria da música pelo mundo e projeções para o setor de shows

Sob mediação de Juli Baldi (DJ, radialista e fundadora do Bananas Music Branding), os profissionais que vivem e respiram música Coy Freitas (produtor cultural, atual diretor da área de música da Twitch no Brasil), Ana Garcia (produtora cultural do Recife e responsável pelo festival Coquetel Molotov) e Edimar Filho (baterista da Brvnks e sócio na agência de shows +5511 TALENT AGENCY), debaterão sobre o novo normal na indústria do entretenimento, tendências e os desafios impostos pela pandemia.

  • Entrevistas: Michelle Cable e Ynaiã Benthroldo

Outro destaque na programação serão as entrevistas cedidas por Michelle Cable, agente de shows e empresária fundadora da Panache e Ynaiã Benthroldo, produtor musical e baterista da banda Boogarins desde 2012.

22/10

  • Debate: Novas formas de gerar conteúdo musical audiovisual com TikTok, Instagram e Twitch

Comandado por Alex Correa (Digital Marketing Manager na T4F), Roberta Guimarães (TikTok), Wladimir Winter (Head of Content and Partnerships da Twitch) e Pedro Antunes (ex-editor-chefe da Rolling Stone Brasil e criador do Tem um Gato na Minha Vitrola), irão debater sobre artistas tendo que se reinventar nas novas redes e como transformar a avalanche de informações recebida diariamente nas timelines das redes sociais em algo benéfico.

  • Entrevistas: Marcos Boffa e Titi Müller

Marcos Boffa, um dos mais importantes produtores de festivais de música e shows internacionais no país, e Titi Müller, apresentadora do Multishow desde 2013, ex-VJ na MTV Brasil entre 2009 e 2013.

23/10

  • Debate: Diversidade de gêneros e raças no cenário independente

Isis Vergílio (colunista da ELLE, Marie Claire, Geledés e Harper’s Bazaar, produtora da filósofa Djamila Ribeiro e do grupo As Bahias), estará a frente do debate que irá discutir sobre a representatividade de mulheres, negros e LGBTQIA+ na cena artística. Como palestrantes na mesa estão Lucas Manga (produtor do Festival Bananada e empresário da Pabllo Vittar), MEL (cantora e apresentadora, ex-Banda Uó) e Paola Wescher (Popload, Festival GRLS!).

  • Entrevistas: Ash Kenazi e Jup do Bairro

Ash Kenazi, artista queer e drag, baterista co-fundadora da banda inglesa Happyness, e a multifacetada cantora, educadora, performer, atriz e ativista do movimento LGBTQ+ Jup do Bairro, serão as pessoas entrevistadas no dia em que o tema do festival é sobre diversidade.

24/10 e 25/10

  • Shows

Durante o final de semana de festival (24 e 25/10) o público poderá assistir encontros musicais inéditos, entre eles Scalene + Josyara, Apeles + Jup do Bairro, Giovani Cidreira + Jadsa, artistas que já se consolidaram no país como Kiko Dinucci, Brvnks e Fabiano do Nascimento, além dos internacionais Andy Bell (RIDE e Oasis), SASAMI, Melkbelly, e Mac McCaughan do Superchunk. Os detalhes com a programação e horário dos shows será divulgado em breve.

  • Entrevistas: Anthony Fantano e Mac DeMarco

Por fim, Anthony Fantano, youtuber americano, crítico de música, conhecido por seu canal relacionado à música no YouTube, The Needle Drop, e o ícone canadense Mac DeMarco serão os entrevistados desse dia.

Shows

  • ÀIYÉ + Odradek
  • Andy Bell
  • Brvnks
  • Apeles + Jup do Bairro
  • Fabiano do Nascimento
  • Giovani Cidreira + Jadsa
  • Josyara + Scalene
  • Kiko Dinucci
  • Mac McCaughan
  • Melkbelly
  • SASAMI
  • Walfredo em Busca da Simbiose + YMA

Debates e Entrevistas

  • Alex Correa
  • Ana Garcia
  • Anthony Fantano
  • Ash Kenazi
  • Cansei de Ser Sexy
  • Ciro Hamen
  • Coy Freitas
  • Edimar Filho
  • Isis Vergilio
  • Juli Baldi
  • Jup do Bairro
  • Kassin
  • Kiko Dinucci
  • Lucas Manga
  • Lucas Silveira
  • Mac DeMarco
  • Marcos Boffa
  • Matt Wilkinson
  • MEL
  • Michelle Cable
  • Monica Agena
  • Paola Wescher
  • Pedro Antunes
  • Rachel Goswell
  • Roberta Guimarães
  • Titi Müller
  • Tomás Bertoni
  • Vanessa Brandão
  • Wladimir Winter
  • Ynaiã Benthroldo
  • Zé Ricardo

 

 

Campanha em favor dos trabalhadores do setor

Durante a semana, a produção do Balaclava Digital promove ainda uma campanha de doação dedicada a profissionais do backstage no Brasil, duramente afetados pela pandemia da covid-19.

"Todo o valor arrecadado será destinado a um grande grupo de profissionais que fazem parte dos bastidores de eventos, como engenheiros de som, equipes técnicas, roadies e produção de campo que habitualmente atuam em shows e festivais musicais que, infelizmente, estão suspensos desde março. Durante a transmissão dos conteúdos do Balaclava Digital, será exibido na tela um código QR Code que facilitará ao público as doações para a causa", explica o comunicado do festival.

Heineken® Apresenta: Balaclava Digital

Datas: 19 até 25 de outubro

Horário: a ser divulgado

Local: Canal da Balaclava Records na Twitch (Twitch.tv/BalaclavaRecords)

Hashtags: #SocializeResponsibly #BalaclavaDigital

@heinekenbr @balaclavarecords

Ouça canções de algumas das atrações do Balaclava Digital:

Tudo o que sabemos sobre:
Balaclava Festmúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.