Baden Powell é reverenciado no projeto Obra Viva

Desta sexta-feira a domingo, a nova edição do projeto "Obra Viva" traz como homenageado o violonista, compositor e intérprete Baden Powell, no Sesc Pompéia. Os arranjos e a direção musical do espetáculo levam a assinatura do Duofel, formado pelos violonistas criativos Fernando Melo e Luiz Bueno. Para a dupla, trabalhar com a obra de Powell foi um desafio, já que eles nunca tiveram grande contato com ela.Depois de intensa pesquisa, veio a constatação. "As pessoas falam em memória cultural e nós, compositores e instrumentistas, chamamos isso de influência reconhecida ou não reconhecida", descreve Bueno. "Percebemos a influência que temos do violão de Baden, sem mesmo termos um disco dele em casa." A dupla procurou abranger duas vertentes de um mesmo músico: o de violonista virtuoso, que criou uma escola, e do compositor.No projeto, o Duofel também aparecerá no palco, dividindo o repertório do universo de Baden Powell ao lado de outros convidados: Paulo César Pinheiro, Yamandú Costa, Chico Pinheiro, Natan Marques, Maurício Carrilho, Quarteto Maogani, Marcel Powell, Paula Morelenbaum e Dalila Couti. Projeto Obra Viva: Baden Powell. Teatro do Sesc Pompéia (760 lug.). Rua Clélia, 93, 3871-7700. 6.ª e sáb.,21 h; dom., 18 h. R$ 8 a R$ 20

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.