Christopher Pike/ Reuters
Christopher Pike/ Reuters

Axl Rose e secretário do Tesouro dos EUA brigam nas redes sociais

Vocalista do Guns N'Roses está incomodado com a condução da pandemia do coronavírus pelo presidente Donald Trump

Redação, O Estado de S. Paulo

08 de maio de 2020 | 09h11

Visivelmente incomodado com a condução da pandemia do coronavírus pelo governo de Donald Trump, o vocalista do grupo de rock Guns N'Roses, Axl Rose, lançou um ataque furioso contra o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steve Mnuchin, que respondeu à reclamação.

Rose, vocalista da famosa banda de rock que surpreendeu décadas atrás com álbuns como Appetite for Destruction, entrou em contato com Mnuchin via Twitter.

"É oficial!", escreveu o músico na última quarta-feira, 6. "O que quer que já se tenha pensado sobre Steve Mnuchin, ele é oficialmente um idiota".

Mnuchin surpreendentemente respondeu ao ataque. "O que você tem feito pelo país ultimamente?", perguntou ao astro do rock, reforçando sua postura patriótica adicionando um emoji de uma bandeira à sua postagem.

No entanto, o graduado em Yale e ex-funcionário da Goldman Sachs não exibiu a bandeira dos Estados Unidos, mas, sim, a da Libéria. A versão usada é semelhante à bandeira americana, mas com menos listras e a diferença mais óbvia: uma estrela em vez de 50.

Após o erro, Rose provocou Mnuchin novamente. "Não sabia que estávamos tentando imitar o modelo econômico da Libéria", escreveu ele antes de ridicularizar o incentivo de Mnuchin para que os americanos tirassem férias no país, apesar da crise do coronavírus.

Embora não haja sinal de amor entre o Guns N'Roses e a Casa Branca, uma de suas músicas, Live and let die, tocou nas caixas de som no início desta semana, enquanto o presidente Donald Trump visitava uma fábrica de máscaras no Arizona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.