Amy Harris/Invision/AP
Amy Harris/Invision/AP

Autoridades investigam causa de mortes em show de Travis Scott

'É uma investigação criminal e vai envolver nossa divisão de homicídios e de narcóticos', informou Troy Finner, chefe da polícia de Houston, onde ocorreu a apresentação que resultou em oito óbitos

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de novembro de 2021 | 16h11

Ao menos duas investigações, uma delas criminal, estão em andamento para averiguar os incidentes ocorridos num show de Travis Scott no festival Astroworld em Houston, no Estado do Texas, nos Estados Unidos. Foram ao menos oito mortos e dezenas de feridos após um tumulto na apresentação da última sexta-feira, 5.

"Essa agora é uma investigação criminal e vai envolver nossa divisão de homicídios, assim como a de narcóticos, e vamos a fundo nisso", disse Troy Finner, chefe de polícia de Houston, em uma coletiva de imprensa no sábado, 6.

Segundo o prefeito da cidade, Sylvester Turner, as investigações provavelmente seguirão "por algum tempo para determinar o que exatamente aconteceu", e as vítimas tinham idades entre 14, 16, 21, 23 e 27 anos. As mortes aconteceram perto do palco, quando a multidão se espremeu em direção ao local onde o cantor estava, com alguns sofrendo ataques cardíacos e outros traumas médicos, dizem as autoridades.

A divisão de narcóticos da polícia de Houston está revendo relatos de que um funcionário da segurança que tentou conter um espectador teria sido drogado, informou Finner. Após o segurança "sentir uma picada em seu pescoço" e "ficar inconsciente", os socorristas o reanimaram com naloxone, um remédio para tratar suspeitas de overdose de opioides, e notaram um pequeno ponto em seu pescoço. O chefe de polícia fez um apelo às pessoas para que não especulem em potenciais causas da tragédia, mas reconheceu a existência de rumores de que alguém teria injetado drogas em fãs no show.

De acordo com o prefeito, havia 530 policiais e 755 seguranças particulares contratados pela Live Nation no evento. A empresa está colaborando com as investigações, e planeja enviar as gravações da apresentação, que estava sendo exibida ao vivo pela Apple Music, às autoridades.

O chefe do corpo de bombeiros da cidade, Samuel Pena, informou que diversos espectadores precisaram ser reanimados com o remédio anti-overdose de drogas Narcan, incluindo um segurança que, ao que parece, recebeu uma injeção no pescoço por parte de uma pessoa da plateia. 

Trent Clark, editor da HipHopDX, contou à agência AP sobre o clima que os shows do rapper costumam ter: "Toda a estética de Travis Scott é sobre rebelião. Os shows têm um monte de raiva. Com a morte do punk rock, o hip-hop adotou e padronizou a nova geração de rodas de mosh. Não é incomum ver a multidão furiosa e com comportamento completamente selvagem em um show de Travis Scott".

O cantor usou suas redes sociais para divulgar um comunicado a respeito do caso. Confira abaixo a tradução da íntegra:

"Estou completamente devastado pelo que aconteceu ontem à noite. Minhas orações vão às famílias e a todos os impactados pelo que aconteceu no Festival Astroworld.

A polícia de Houston tem meu total apoio enquanto continuam a investigar essa trágica perda de vida.

Estou comprometido em colaborar com a comunidade de Houston para apoiar as famílias em necessidade. Obrigado à polícia de Houston, corpo de bombeiros e NRG Park por sua imediata resposta e suporte. 

Amo todos vocês."

A influenciadora Kylie Jenner, casada com o cantor, usou seu Instagram na madrugada deste domingo, 7, para falar sobre o episódio: "Travis e eu estamos devastados. Meus pensamentos e orações estão com todos que perderam as suas vidas, se machucaram ou foram afetadas de alguma forma pelos eventos de ontem. E também para Travis, que eu sei que se importa profundamente com seus fãs e a comunidade de Houston."

"Eu quero deixar claro que nós não estávamos cientes de nenhuma morte até que as notícias surgissem depois do show e de forma alguma teríamos continuado gravando ou cantando. Estou mandando as minhas profundas condolências a todas as famílias durante este período difícil e estarei orando para a recuperação de todos que foram impactados", continuou.

Antes de a apresentação ter sido paralisada por completo, o cantor chegou a fazer interrupções pedindo para que a situação fosse normalizada. Diversos fãs registraram momentos tumultuados durante o show e publicaram nas redes sociais. Confira alguns abaixo.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Travis Scott

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.