Arquivo/AP
Arquivo/AP

Autópsia revela que baixista do Slipknot morreu de overdose acidental

Paul Gray, de 38 anos, foi encontrado morto em quarto de hotel no mês passado

Associated Press,

21 Junho 2010 | 22h34

IOWA, EUA- Resultados da autópsia confirmam que o baixista da banda de metal Slipknot morreu devido a uma overdose acidental de morfina e fentanil, um substituto sintético da morfina, afirmou a polícia de Urbandale nesta segunda-feira, 21. Segundo os policiais, a autópsia também revelou sinais de que o músico tinha uma séria doença cardíaca.

 

Paul Gray, de 38 anos, foi encontrado morto em um quarto de hotel do subúrbio de Des Moines, em 25 de maio. Um funcionário do estabelecimento informou a um atendente de emergência que uma agulha foi encontrada próxima ao corpo de Gray e que também havia pílulas no quarto.

 

Não há evidências de que o baixista tinha prescrição médica para as drogas, de acordo com o sargento Dave Disney. Segundo o porta-voz policial, agentes estão investigando como Gray conseguiu as substâncias.

 

Uma pessoa que atendeu a uma ligação na gravadora da banda, a Roadrunner Records, em Nova York, se recusou a comentar o resultado da autópsia e disse que não haveria resposta oficial da companhia ou do grupo até que algo seja postado no site oficial do Slipknot. Nenhum comunicado havia sido publicado na página até a noite de segunda.

 

A maioria dos membros do Slipknot cresceu na região de Des Moines. Gray era um dos membros que estão com a banda desde o começo e um dos dois que não nasceram em Iowa.

 

O Slipknot é conhecido por suas máscaras grotescas, músicas pesadas e letras obscuras e agressivas. Seu primeiro álbum, lançado em 1999, com o mesmo título do nome da banda, vendeu mais de um milhão de cópias. A banda já ganhou sete Grammys, o último deles em 2006 pela melhor performance metal com a música Before I Forget. O último álbum do Slipknot, All Hope Is Gone, foi lançado em 2008.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.