Kim Do-hoon/Yonhap via AP
Kim Do-hoon/Yonhap via AP

Ator sul-coreano é encontrado morto na mais recente tragédia do K-pop

Ele é a terceira jovem celebridade a morrer no país; assessoria disse que não haviam sinais de ataques pessoais ou cyberbullying

Sangmi Cha, Reuters

05 de dezembro de 2019 | 13h51

SEUL - O ator sul-coreano Cha In-ha foi encontrado morto em sua casa, informou a polícia nesta quarta-feira, 5. Ele é a terceira celebridade jovem do país a morrer nos últimos dois meses, aumentando a preocupação com as intensas pressões sociais que os artistas enfrentam.

Em um caso não relacionado, a Konnect Entertainment, agência de gerenciamento do cantor de K-pop (gênero musical sul-coreano) Kang Daniel, disse que o ex-integrante da boy band Wanna One estava dando um tempo nos shows devido a “depressão e ataques de pânico”.

A agência também informou que o jovem de 22 anos recentemente tinha mostrado “sinais frequentes de agravamento da saúde e da ansiedade”.

Embora a cultura pop da Coreia do Sul projete principalmente uma imagem saudável no palco e na tela, ela foi marcada por uma série de mortes prematuras e casos criminais que revelaram um lado sombrio da indústria.

Um policial disse que Cha, 27 anos, foi encontrado morto na terça-feira, 4, e que a causa da morte não era imediatamente conhecida. O jovem, cujo nome real é Lee Jae-ho, estreou no cinema em 2017 e já foi integrante da boy band Surprise U, de cinco membros, que lançou dois álbuns.

O cantor e ator deixou um post no Instagram um dia antes de ser encontrado morto, com uma mensagem de apenas uma linha para seus fãs: “Todo mundo tenha cuidado para não pegar um resfriado”.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

다들 캄기조심⛄️

Uma publicação compartilhada por 차인하 (@chainha_715) em


Não havia relatos que sugerissem que ele era alvo do tipo de ataques pessoais e cyberbullying que outros artistas do K-pop receberam.

A morte de Cha ocorre depois que a popular cantora de K-pop Goo Hara, 28 anos, foi encontrada morta em sua casa no mês passado. Ela sofreu ataques pessoais nas mídias sociais.

Em outubro, outra estrela do K-pop, Sulli, ex-integrante do grupo feminino f (x), aparentemente cometeu suicídio. Sulli, de 25 anos, havia se manifestado contra o cyberbullying.

Tudo o que sabemos sobre:
Cha In-hak-popcinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.