Assassino obcecado por Eminem pega prisão perpétua

Christopher Duncan, um britânico de 21 anos obcecado pelo cantor americano Eminem, foi condenado nesta segunda-feira em Londres à prisão perpétua. AP/O assassino Christopher DuncanDuncan, que tem tatuagens iguais aos do cantor de rap, matou Jagdip Najran, uma estudante de direito de 26 anos, depois de cantar músicas de seu ídolo, conhecido por letras que falam de violência.Ele admitiu o crime, ocorrido em maio de 2004, e deve ficar pelo menos 25 anos na cadeia. Najran era uma aspirante a cantora, e os dois haviam se conhecido em um karaokê. Taco de beisebol Na noite em que Najran foi morta, os dois haviam se reencontrado em um karaokê em Londres, onde Duncan teria cantado várias músicas de Eminem.Depois, os dois saíram e, antes de chegar ao apartamento de Duncan, ainda pararam em um bar para tomar um último drinque.No apartamento, Duncan bateu na cabeça de Najran com um taco de baisebol e colocou o corpo em uma mala, onde ela continuou viva por cerca de uma hora.Testemunhas disseram no tribunal que Duncan vivia de pequenos crimes e, segundo médicos, teria um desvio de personalidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.