Artistas e músicos lamentam morte de Helena Meirelles

Artistas e músicos lamentam a morte de Helena Meirelles Yamandú Costa, músico: "A Helena Meirelles fez renascer a viola caipira. Era arte pura, sem discurso." Zuza Homem de Melo, crítico: "Artistas que surgem já no final da vida vêm sem os vícios do mercado, o que lhes dá uma trajetória singular." Inezita Barroso, apresentadora: "Fiquei maravilhada a primeira vez que a ouvi. Me emocionei quando recebi dela, dentro de uma caixinha de fósforo, um guizo de cascavel. Ela dizia que para o som da viola sair bem alto era preciso ter um guizo de sete anos dentro do instrumento.Rolando Boldrin, músico: "Era uma artista nata. Admirava muito o trabalho dela e como pessoa." Almir Sater, músico: "Dona Helena era uma referência. Nesse cenário em que o País beira a mediocridade musical, ela era uma pessoa rara, que fazia música com poesia."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.