Art Van Damme sofre enfarte

A organização do Free Jazz Festival informou há pouco que o acordeonista americano Art Van Damme, de 81 anos, uma das estrelas jazzísticas da mostra, sofreu um enfarte e deve desfalcar o festival. Mestre de um instrumento raro no gênero, Van Damme tocaria em São Paulo no domingo, no palco Club, às 21 horas. Até há pouco, não se sabia qual era seu atual estado de saúde.Um dos mais celebrados veteranos do jazz, Van Damme tocou com Ella Fitzgerald, Peggy Lee, Dizzy Gillespie e Buddy DeFranco, entre outros. Entre suas maiores influências, estão o bandleader Benny Goodman e o baixista Ray Brown. Van Damme ganhou seu primeiro acordeão quando tinha 9 anos. Tocava de quatro a cinco horas por dia. Quando foi para o colégio, iniciou um trio com acordeão, guitarra e baixo. Com esse mesmo grupo, trabalhou em night clubs e gravou para a Midwest alguns anos depois, conseguindo logo em seguida contrato para apresentar-se em rádio e TV."Enquanto fazíamos nossos shows, trabalhamos com muitos nomes de ponta do entretenimento, como o Dave Dave Garroway Show, Ransom Sherman Show, Bob and Day Show, para citar alguns", disse Van Damme. Mais tarde, assinou com a Capitol Records, lançando os discos Cocktail Capers e More Cocktail Capers. Entre 1952 e 1965, passou ao cast da Columbia Records, lançando álbuns como The Van Damme Sound, Martini Time e The Art of Van Damme.Em 1960, deixou a TV e Rádio NBC, em Chicago, após trabalhar para a companhia durante 15 anos. Abriu um estúdio e loja de música na cidade e passou a apresentar-se com seu quinteto em programas como o Today Show, Tonight Show, Mike Douglas Show e Lawrence Welk Show. Mais adiante, largou o velho quinteto, que reuniu para a apresentação em São Paulo e Rio.

Agencia Estado,

22 de outubro de 2001 | 19h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.