Rafael Arbex / ESTADAO
Rafael Arbex / ESTADAO

Apresentação de Pitty é bem recebida no Lollapalooza

Sucessos da cantora foram acompanhados com força pela plateia feminina

Renato Vieira, O Estado de S. Paulo

29 Março 2015 | 19h08

No show de artista nacional do palco Axe mais bem-recebido pelo público, Pitty apresentou um arsenal de sucessos, cantados com força pela plateia feminina. Vestindo um quimono e um short jeans, a cantora e compositora iniciou sua performance com Setevidas, música que dá nome ao seu álbum lançado no ano passado.

Depois, veio um de seus primeiros hits, Admirável Chip Novo. Pitty soube como segurar a atenção da plateia com um show dominado pela pressão roqueira, presente em Máscara e Memórias. Nessas horas, a memória afetiva também conta, já que Pitty tem 15 anos de carreira e muitos adultos que estavam na plateia eram adolescentes quando ela estourou em 2003.

A artista, que recentemente fez declarações em uma rede social contra o protesto do dia 15 de março, que pedia a saída da presidente Dilma Rousseff do cargo, sendo ofendida por internautas, apenas agradeceu o público entre uma música e outra, além de se dizer envergonhada com a reação da plateia quando tirou o quimono.

O momento de maior leveza veio com Serpente, que encerrou o show, com seu "ô ô ô" cantado pela plateia após o final. Como síntese de carreira, o show não é valido, pois não entraram no repertório Equalize e Semana que Vem. Mas é uma amostra de que Pitty é coisa de gente grande. 

Mais conteúdo sobre:
Lollapalooza Música

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.