Divulgação
Divulgação

Após polêmica, Kiss cancela show no Hall da Fama do Rock em Nova York

Banda não chegou a um acordo sobre qual formação participaria da apresentação

O Estado de S.Paulo,

24 de fevereiro de 2014 | 16h54

O Kiss não vai mais se apresentar na cerimônia de inclusão da banda no Hall da Fama do Rock, realizada no dia 10 de abril, em Nova York, devido a disputas entre os integrantes. O comunicado foi divulgado no site oficial do grupo na noite do último domingo, 23. Segundo a nota, a banda, fundada há mais de 40 anos, não conseguiu chegar a um acordo sobre qual formação participaria do show.

"É uma situação emocional compreensível na qual não é possível agradar a todos. Para dar um fim a isso, decidimos não tocar. Vamos nos manter focados em celebrar nosso ingresso no Hall da Fama", diz o comunicado.

Ace Frehley, antigo guitarrista da banda, revelou à rádio nova-iorquina Q104.3 FM, na última sexta-feira, 21, que Simmons e Stanley haviam recusado uma reunião dos quatro membros originais do grupo para a cerimônia de consagração.

O comunicado da banda, entretanto, crava que o grupo nunca se recusou a tocar com Frehley e Criss. "A nossa intenção era celebrar a história inteira do Kiss e dar crédito a todos os integrantes", diz a mensagem.

Em entrevista à Rolling Stone EUA, Gene Simmons afirmou que estava aberto a tocar com Frehley e Criss, mas ressaltou a importância da formação mais atual. "Quando você tem filho com a sua primeira esposa, é a sua conquista. O fato de você casar novamente não tira ou minimiza a importância dele", disse Simons.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.