Michael Wyke/ AP
Michael Wyke/ AP

Após o rap e o gospel, Kanye West amplia seu repertório e chega ao mundo da ópera

O rapper americano criou a peça chamada 'Nebuchadnezzar', com estreia prevista para 24 de novembro, no Hollywood Bowl

Redação, AFP

19 de novembro de 2019 | 11h41

O rapper americano Kanye West anunciou que vai ampliar seu repertório musical para a ópera com a criação de uma peça chamada Nebuchadnezzar (Nabucodonosor), com estreia prevista para 24 de novembro, no Hollywood Bowl, em Los Angeles (Califórnia), e os ingressos começaram a ser vendidos nesta segunda-feira, 18.

West postou neste fim de semana no microblog Twitter uma imagem dos ensaios da obra, que conta com a participação do coral gospel "Sunday Service", com o qual o artista de Chicago se apresentou várias vezes neste ano.

A ópera será dirigida pela artista italiana Vanessa Beecroft, parceira de West responsável pela marca Yeezy, cujos produtos foram fabricados em colaboração com a Adidas.

A ópera é sobre o rei babilônico Nabucodonosor, com o qual West se comparou recentemente numa entrevista recente assegurando que, assim como ele, sofre de bipolaridade.

"Nebucodonosor foi diagnosticado com um distúrbio bipolar e permaneceu rei", disse o rapper à Apple Music, que recentemente se definiu como "o maior artista vivo".

Para alguns observadores, o aumento da fé do artista, que deixa claro com esta ópera e com seu último álbum Jesus is King, está ligado à sua luta pessoal contra a bipolaridade.

 

 


 

Tudo o que sabemos sobre:
Kanye Westóperamúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.