Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Após mistério fingido, Paul e Ringo sobem ao palco do Grammy

Ex-Bealtes tentaram criar suspense sobre apresentação mantendo mistério até o último segundo

Jotabê Medeiros e Julio Maria, O Estado de S. Paulo

27 Janeiro 2014 | 01h04

Paul e Ringo, enfim, apareceram juntos no palco. Apresentados por Julia Roberts, surpreenderam ao subirem para tocar Queenye Eye, do novo disco de Paul, New, e colocaram até Yoko para dançar com o filho de John Lennon, Sean Lennon. Foi o primeiro reencontro da dupla depois de 2009, quando se juntaram para homenagear George Harrison no Royal Albert Hall, de Londres, em um show dirigido por Eric Clapton.

Numa apresentação excelente, a banda de estrada de Paul com Ringo e sua batida inigualável ao fundo, pôs o Grammy de volta na rota da boa música. Conduzida pela batida de Starr, a musicalidade da banda ganhou um novo relevo. Ex-Beatles em perfeita sincronia. 

Em sua primeira apresentação da noite, poucos minutos antes, Ringo subiu ao palco sem menção a Paul. Embora estivessem sentados lado a lado, tentaram enganar os fãs e não se apresentaram juntos num primeiro momento.

Os dois irão gravar nesta semana, no Ed Sullivan Theather, um especial que vai marcar os 50 anos da primeira apresentação dos Beatles na América, realizada no programa de TV de Ed Sullivan.

Mais conteúdo sobre:
Grammy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.