Reuters
Reuters

Após 5 anos de espera, Van Morrison lançará novo disco em outubro

Cantor lançará seu 35º álbum de carreira solo, intitulado 'Born to Sing: No Plan B'

Efe,

02 de julho de 2012 | 12h43

MADRI - Após cinco anos de hiato, o cantor e compositor Van Morrison - em seu retorno ao Blue Note, uma gravadora especializada em jazz e blues -, lançará o 35º álbum de sua carreira solo, intitulado "Born to Sing: No Plan B", a partir do dia 2 de outubro.

Em um comunicado publicado nesta segunda-feira pela EMI, Morrison explica que as dez canções de seu novo álbum revelam um artista em contínua experimentação.

"Algumas canções abordam a crise mundial e outras são mais místicas, mas não há uma norma estabelecida, uma pauta. Na realidade, não seria interessante ter tudo já preestabelecido. Desta forma, não haveria surpresas", assinala o músico.

Mesmo depois de ter se consagrado com "Astral Weeks", "Moondance" e "Tupelo Honey", Morrison parece não ter se acomodado com o sucesso e, diante deste novo desafio, ainda se mostra capaz de indagar os valores da atual sociedade. A música de abertura, intitulada Open The Door(To Your Heart), exalta toda indignação do musico com o materialismo, por exemplo.

"Educating Archie" faz referência a um antigo boneco de ventríloquo de um programa da rádio BBC e ao anti-herói da classe trabalhadora Archie Bunker, da série americana "All in the Family", enquanto "If In Money We Truste" mostra como o dinheiro se transformou em uma espécie de deus.

"Não penso em rótulos. É uma mistura, uma amálgama de toda minha música e influências", afirma o cantor sobre a sonoridade do álbum. "Ray Charles sempre foi meu modelo a seguir. Ele fez de tudo, incluindo a reinvenção da música country", completa Morrison.

Apesar do título do álbum, Morrison declara que, de imediato, não soube que tinha nascido para cantar: "Não sabia que ia se transformar em um trabalho até começar a trabalhar em bandas com 15 e 16 anos", revela o musico, que possui quase 50 anos de carreira.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.