Aos 78 anos, B.B. King chega para nova turnê no Brasil

Vestindo um discreto terno verde-escuro com destaque para uma bandeira dos Estados Unidos sobre uma guitarra com seu nome na lapela, o guitarrista B.B. King esbanjou simpatia e bom humor durante a coletiva que deu à imprensa nesta terça-feira, em um hotel da Zona Sul de São Paulo. Não se cansou de repetir que se sentia muito feliz em voltar ao Brasil, cinco anos depois de sua última apresentação em São Paulo. ?Estou muito feliz em estar de volta a este país. Adoro tocar aqui e toda vez é sempre assim, me sinto verdadeiramente especial?, revelou com satisfação. A lenda viva do blues está no País para uma turnê em quatro cidades e falou descontraído com a imprensa por pouco mais de uma hora.Com certa dificuldade de entender algumas perguntas, o astro do blues chegou a brincar com os repórteres dizendo que pedia desculpas por ?não falar bem inglês?. Falou o tempo todo em mulheres e deixou escapar que nutre simpatia imensa pelas brasileiras em especial.Disse que a receita do sucesso para chegar aos 78 anos com tanta disposição e fazer turnês pelo mundo todo é amar o blues, ter um bom empresário e amigos nos mais variados lugares para sempre ter onde tocar. Erguendo as mãos para o céu, B.B. King voltou a afirmar que enquanto viver vai continuar respirando e andando onde houver blues. ?Se Deus permitir, não sei até quando, vou seguir tocando guitarra, pois esta foi a minha escolha?, disse. Citou Celso Blues Boy como sua referência do gênero no Brasil e estimulou os jovens que tocam guitarra a estudarem mais a música e deixar um pouco de lado os computadores. ?Mais música, menos computadores?, aconselhou.O mestre da guitarra vai se apresentar em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília. Acompanhado de nove músicos, ele faz sua estréia no dia 17, nesta quarta-feira, em evento beneficente no Bourbon Street Music Club, em São Paulo. No dia seguinte, B.B. King segue para Curitiba, onde se apresenta no Teatro Guaíra. No dia 20, ele toca na Marina da Glória, no Rio de Janeiro. Volta a São Paulo, onde toca nos dias 22, 24 e 25, no Via Funchal e encerra a turnê no dia 27, com um show no Pontão do Lago Sul, em Brasília. Com exceção de sua estréia, os demais shows terão a abertura de bandas locais, como a Soulution Orchestra, Mr. Jack, Blues Etílicos, Celso Blues Boy, Blue Jeans, André Christovam, Vasco Fae e Brasília All Stars Blues Band.Serviço:São Paulo - 17 de março - Bourbon Street, 22 horas, R$ 500,00 (beneficente)Curitiba - 18 de março - Teatro Guaíra, 22h30, de R$ 65 a R$ 175Rio de Janeiro - 20 de março - Marina da Glória, 22h30, de R$ 65 (pista) a R$ 235São Paulo - 22 de março - Via Funchal, 22h30, de R$ 65 a R$ 225São Paulo - 24 de março - Via Funchal, 22h30, de R$ 65 a R$ 225São Paulo - 25 de março - Via Funchal, 22h30, de R$ 65 a R$ 225Brasília - 27 de março - Pontão do Lago Sul, 22h30, de R$ 65 a R$ 200.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.