Antonio Nóbrega leva Recife para o Sesc Pompéia

Entre hoje e domingo, o músico, compositor e dançarino faz show de lançamento de seu novo CD, Nove de Frevereiro, numa homenagem antecipada aos 100 anos de frevo. Na realidade, seu centenário é comemorado no ano que vem, mais precisamente no dia 9 de fevereiro. É que nessa data, em 1907, a palavra frevo apareceu pela primeira vez num artigo do "Jornal Pequeno" de Recife, para nomear um gênero musical.Nove de Frevereiro é um projeto só com exemplares do universo do frevo, que vai dar origem a um segundo CD, mais autoral, no ano que vem. "Os mais chegados brincaram comigo: ?um trabalho unicamente com frevo??", comenta o músico, que atribui esse tipo de comentário ao fato de as pessoas acharem monótonosó se debruçar sobre um único ritmo. "Mas o frevo é tão rico que permite você fazer um trabalho só com ele. Ele é mais versátil que outros gêneros: além de ser musical, é casado com a dança." Nóbrega quer dar vazão a toda essa riqueza no palco. O espetáculo, assim como as múltiplas funcionalidades do frevo, vai combinar dança, música (frevo instrumental, canção e de bloco), cuidado visual (reforçado com cenografia e figurino) e animação. Para tanto, vai se cercar de uma corte de 17 músicos,entre sopros, cordas e percussão, e de cinco pastoras/cantoras e três dançarinos, que vão se juntar a ele, igualmente um dançarino, só que também tocador de violino.O repertório traz um panorama da trajetória do frevo,desde os primórdios até as criações mais contemporâneas, pontuado por obras de autores como Capiba, Levino Ferreira, Irmãos Valença. Na apresentação, Nóbrega antecipa também algo dorepertório do próximo CD e executa outros frevos que ficarão de fora do projeto.Patrocinado pelo programa Natura Musical, é umespetáculo para se ver. Mas o frevo é gênero tão pulsante, que fica difícil só se contemplar tudo da platéia. Por isso, ao final, haverá um passeio pelo Sesc Pompéia, quando o público terá oportunidade de interagir. "Essa apresentação permite duassituações: a de assistir e de dançar." No dia 9, Nóbrega e sua trupe estarão em Pernambuco, onde vão comandar um arrastão pelas ruas recifenses, embalados por frevos tradicionais. Outro show ocorrerá no Teatro da Universidade Federal de Pernambuco. Antonio Nóbrega. Sesc Pompéia/Teatro. R. Clélia 93, Lapa, São Paulo, fone (011) 3871-7700. 6.ª e sáb., 21h; dom, 18h. R$ 8 a R$ 20

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.