Antonio Nóbrega lança DVD na reabertura do Tuca

A idéia veio de amigos. Afinal, ouvir Antonio Nóbrega em CD era sempre frustrante, deixava sempre a sensação de que aquilo que saía do aparelho de som correspondia a 50% do que aquele homem podia fazer. Nóbrega ouviu aos apelos, baixou a guarda com relação à tecnologia e decidiu entrar na era do DVD. Seu espetáculo Lunário Perpétuo, já lançado em CD, será usado agora para acertar dois alvos. É com ele que o artista pernambucano reabre o Tuca com três shows na casa, de hoje a domingo. Os shows marcarão o lançamento do DVD. Estão previstas também apresentações no Rio de Janeiro, Recife, Brasília e Fortaleza.Lunário Perpétuo, o DVD, tem a direção de Walter Carvalho (fotógrafo de Central do Brasil, Abril Despedaçado, Amarelo Manga) e serve para celebrar os 30 anos de carreira do músico. Foi registrado em película (super 16 mm) como documentário, por uma equipe de 19 pessoas. Os extras do documentário trazem depoimentos de Ariano Suassuna, uma entrevista com Nóbrega e cenas de uma confraternização que o músico gosta de fazer com o público que vai a seus shows. "Walter Carvalho não fez só o registro do espetáculo. Ele o traduziu para o cinema, recriando-o de tal maneira a amplificar seus sentidos", fala Nóbrega em um depoimento sobre o diretor. "Um de meus sonhos era trabalhar com Nóbrega. Ele é um dos maiores artistas que o Brasil já produziu", devolve Carvalho. Foi no Tuca que Nóbrega estreou seus principais espetáculos, como Madeira que Cupim Não Rói.Antonio Nóbrega. Hoje e amanhã, às 21h. Domingo, às 19h. Tuca (Rua Monte Alegre, 1024. Tel. 3670-8453). Ingressos: de R$ 20 a R$ 30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.