Antonio Meneses reencontra a Osesp

A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo conta, pela segunda semana consecutiva, com a participação do violoncelista pernambucano Antonio Meneses nos concertos da Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, s/nº). Nesta quinta-feira e neste sábado ele será o solista convidado para interpretar o Choro para Violoncelo e Orquestra, do compositor brasileiro Mozart Camargo Guarnieri e a obra Don Quixote Opus 35, de Richard Strauss, sob a regência do diretor artístico da orquestra, o maestro John Neschling. Para a abertura do evento, quinta às 21h, e sábado às 16h30, foi escolhida a Sinfonia Nº 7 em Dó Maior - Le Midi, de Joseph Haydn. Antonio Meneses apresenta-se com as principais orquestras do mundo:filarmônicas de Berlim, Nova York, São Petersburgo e Israel, a Sinfônica de Londres, a Orquestra do Concertgebouw e a Suisse Romande. Entre as principais gravações do músico destacam-se dois discos com a Filarmônica de Berlim e com o maestro Herbert von Karajan: Don Quixote, de Strauss, e o Concerto Duplo, de Brahms, ao lado de Anne-Sophie Mutter. Desde 1998 Meneses integra o Beaux Arts Trio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.