Jonathan Short/Invision/AP
Jonathan Short/Invision/AP

Antes de Drake, hip-hop apresentou Tupac, Nas, Jay-Z e Kanye West

Rapper canadense vem ao Brasil pela primeira vez para show no Rock in Rio 2019

Redção, O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2019 | 03h00

O rapper canadense Drake como uma boa criança dos anos 90 (Drake nasceu em 1986), cresceu no momento em que o hip-hop se encaminhava para o seu auge na indústria fonográfica norte-americana, que perdura até hoje. Era a época em que o ritmo estava na crista da onda e os rappers começavam a se tornar os grandes superstars, no mesmo nível que os astros do rock ou do pop.

Nesta terça-feira, 5, foi anunciado que Drake fará seu primeiro show no Brasil em 27 de setembro, como a principal atração de sua noite no Rock in Rio 2019. Se, hoje, Drake tem o potencial de ser a grande estrela do festival, é porque muitos outros artistas de hio-hop pavimentaram o caminho. 

Os primeiros rappers a despontar como as grandes estrelas – e que se tornaram algumas das maiores referências para o trabalho de Drake – são Tupac Shakur e Nas. Ambos são da vertente de hip-hop da Costa Leste, que tem como base a cidade de Nova York. A cidade natal de Drake, Toronto, no Canadá, fica próxima à região. 

Tupac

Considerado por muitos como o melhor rapper de todos os tempos, 2Pac, como também era conhecido,  foi um dos maiores nomes do hip-hop da Costa Leste, vertente caracterizada pela inserção de elementos de música jamaicana, além de R&B, soul e jazz. Com letras que criticavam questões sociais, o rapper teve uma carreira breve, mas bem sucedida e altamente polêmica. Um dos seus discos de maior sucesso, Me Against the World (1995), foi lançado enquanto ele estava preso por conta de uma denúncia de agressão sexual. 

Shakur foi morto a tiros em 7 de setembro de 1996, em Las Vegas, depois de ver uma luta de Mike Tyson. O crime permanece um mistério até hoje. Há quem acredite que o rapper foi morto a mando da vertente de hip-hop da Costa Oeste dos EUA, liderada peo rapper Notorious B.I.G., na época rival da Leste. Anos depois, B.I.G. também foi assassinado.

Nas

O rapper Nas também foi um dos primeiros nomes de destaque do hip-hop da Costa Leste no início da década de 1990. Seu primeiro disco, Illmatic, de 1994, foi um grande sucesso de crítica e vendas. 

O segundo trabalho, It Was Written, de 1996, estreou direto no primeiro lugar na principal parada de álbuns da revista Billboard. No disco, estavam músicas como If I Ruled the World (Imagine That) e Street Dreams

Jay-Z

O hip-hop da Costa Leste revelou também, nos anos seguintes, nomes de grande influência, como Jay-Z, um dos grandes nomes do gênero até hoje. O próprio Drake, numa entrevista para a revista People, em 2010, já elogiou o veterano. “Se você olhar outros rappers de sua época, eles não conseguiram transcender gerações. Mas ele ainda é totalmente relevante.”

Kanye West

Na mesma entrevista, Drake aponta também o músico Andre 3000, do grupo Outkast, e o rapper Kanye West como outras duas influências. West está, junto com Jay-Z, no topo da lista dos rappers mais influentes da atualidade. Os dois são os maiores artistas de hip-hop de todos os tempos, quando o assunto é vitórias na premiação do Grammy. Cada um tem 21 troféus. 

Lil Wayne

Mas de todas as influências, a maior talvez tenha sido de Lil Wayne. O rapper americano foi o responsável pela contratação de Drake na sua gravadora, Young Money, em 2009. Wayne também participou das primeiras mixtapes de Drake.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.