Denise Andrade/ Estadão
Denise Andrade/ Estadão

Anitta e Valesca Popozuda são convidadas para debate no Senado

Após receber mais de 20 mil apoiamentos, a sugestão de criminalização da música funk terá de ser analisada pelos senadores

Isabela Bonfim , O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2017 | 15h15

BRASÍLIA - As cantoras Anitta e Valesca Popozuda e os funkeiros Negro do Borel e MC Marcinho foram convidados a participar de um debate na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado. O convite foi do senador Romário (PSB-RJ), que é relator de um projeto sobre criminalização do funk. 

A proposta é de autoria popular e chegou ao Senado por meio do portal e-Cidadania, canal de interação do Poder Legislativo com os cidadãos. Após receber mais de 20 mil apoiamentos, a sugestão de criminalização da música funk terá de ser analisada pelos senadores. 

O senador Romário, que já se posicionou contrariamente ao projeto, solicitou a realização de uma audiência pública para debater o tema. Além dos funkeiros, ele também convidou antropólogos que estudam o gênero musical. 

Qualquer brasileiro pode apresentar ideias legislativas para modificar ou criar novas leis. Se em um período de 4 meses essas ideias receberem mais de 20 mil apoios são encaminhadas para a Comissão de Direitos Humanos, onde são discutidas. A sugestão de criminalização do funk, de autoria de Marcelo Alonso, teve quase 22 mil apoios.

A comissão ainda vai divulgar a data para realização da audiência. Também não há, por ora, confirmação de participação dos músicos. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.