Denise Andrade/ Estadão
Denise Andrade/ Estadão

Anitta e Valesca Popozuda são convidadas para debate no Senado

Após receber mais de 20 mil apoiamentos, a sugestão de criminalização da música funk terá de ser analisada pelos senadores

Isabela Bonfim , O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2017 | 15h15

BRASÍLIA - As cantoras Anitta e Valesca Popozuda e os funkeiros Negro do Borel e MC Marcinho foram convidados a participar de um debate na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado. O convite foi do senador Romário (PSB-RJ), que é relator de um projeto sobre criminalização do funk. 

A proposta é de autoria popular e chegou ao Senado por meio do portal e-Cidadania, canal de interação do Poder Legislativo com os cidadãos. Após receber mais de 20 mil apoiamentos, a sugestão de criminalização da música funk terá de ser analisada pelos senadores. 

O senador Romário, que já se posicionou contrariamente ao projeto, solicitou a realização de uma audiência pública para debater o tema. Além dos funkeiros, ele também convidou antropólogos que estudam o gênero musical. 

Qualquer brasileiro pode apresentar ideias legislativas para modificar ou criar novas leis. Se em um período de 4 meses essas ideias receberem mais de 20 mil apoios são encaminhadas para a Comissão de Direitos Humanos, onde são discutidas. A sugestão de criminalização do funk, de autoria de Marcelo Alonso, teve quase 22 mil apoios.

A comissão ainda vai divulgar a data para realização da audiência. Também não há, por ora, confirmação de participação dos músicos. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.