Angela Ro Ro lança CD após 7 anos

Segundo Angela Ro Ro, a sua história a partir do CD Acertei no Milênio, que ela lança neste sábado e na Tom Brasil, não vai contradizer o passado doido. O trabalho passa por uma nova fase em que a cantora se sente viva, "sem anestesia". Careta? Que nada."A minha caligrafia é a mesma. Mesmo quando não estava sóbria, sempre tive fé e confiança na minha essência, na minha arte e talento intuitivo, bruto mesmo, que vem de um transe", conta ela, referindo-se à retomada da carreira, após sete anos, e a opção de uma vida sem vícios químicos e desequilíbrios comportamentais. "Tive medo de ficar careta como compositora, mas descobri que sou muito louca sóbria. Confirmei isso no sexo, após uma experiência com um certo "ninguém" que não quero ver mais, pois me faz mal. Ser totalmente careta é muito chato. Sou louca, poeta e isso é genial."Angela só se deu conta do quanto Acertei no Milênio é confessional há dois meses. "Sinceramente, é verdade quando falo que estava em transe quando fiz as músicas. Acho que se fosse fazer poesia numa época em que estava mal, ia sair um tango muito infantil e trágico. E olha o que eu fiz, sem bolar nada: sambas. Boemia do Sono é de uma profunda ruína, mas tem grande humor, como eu. Estou me desvendando neste momento", diz. "Tenho despertado para uma coisa: tinham de ser sambas, pois não há melhor jeito de se falar de coisas infernais."Agora, mais do que nunca, ela quer degustar o disco que gravou, os shows que virão e inclusive o prêmio de melhor compositora da APCA. "Estou de cara limpa para saborear cada nota musical e até cada briga com razão", afirma. "Gosto muito da minha vida, também ela daria um roteiro legal de filme."Angela Ro Ro - Domingo, às 22 h. De R$ 20,00 a R$ 40 00. Tom Brasil. Rua das Olimpíadas, 66, tel. 3845-2326.Patrocínio: Volkswagen e O Site.

Agencia Estado,

15 de dezembro de 2000 | 20h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.