Paulo Giandalia/Estadão
Paulo Giandalia/Estadão

Andreas Kisser lamenta morte da mulher, Patrícia, aos 52 anos

Guitarrista destacou 32 anos de união 'com muito amor, respeito e cumplicidade' em homenagem; produtora sofria com um câncer de colón

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de julho de 2022 | 17h35

O guitarrista Andreas Kisser, da banda Sepultura, anunciou neste domingo, 3, a morte de sua mulher, a produtora artística Patrícia Perissinotto, com quem mantinha um relacionamento há mais de três décadas. Ela havia completado 52 anos de idade no último sábado, 2, e sofria com um câncer no colón nos últimos tempos.

"Eu só tenho a agradecer pelo privilégio de ter tido a Patrícia na minha vida. Desde 1990, quando demos o primeiro beijo no meio de uma rua em Mogi das Cruzes, onde você fazia faculdade de medicina, nunca mais nos separamos", escreveu Kisser em um texto no Instagram. 

"As nossas diferenças foram os melhores encaixes para a construção de uma estrutura sólida e longeva. 32 anos juntos com muito amor, respeito e cumplicidade", completou. 

O guitarrista recebeu o apoio de diversos artistas, que valorizaram a figura de Patrícia. Samuel Rosa, do Skank, escreveu: "Que ela faça uma passagem tranquila e descanse serena. Meus mais profundos sentimentos. Sentiremos muita saudade". Dinho Ouro Preto, do Capital Inicial, destacou: "O amor é a maior força que existe. O que vocês construíram é comovente, inspirador e eterno".

A apresentadora Sarah Oliveira postou: "A maior! A melhor! Decente, agregadora, fazia todo mundo feliz com sua intensidade. Agradeço demais por ela em minha vida". Nomes como João Gordo, do Ratos de Porão, Badauí, do CPM 22, Felipe Andreoli, Zé Luiz e Xororó também prestaram seus sentimentos na seção de comentários.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Andreas KisserPatrícia Perissinotto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.