Amy Winehouse volta a consumir drogas após reabilitação

Cantora ficou livre de drogas por apenas dez dias; pessoas ligadas à cantora temem pela saúde mental de Amy

Ansa,

28 Fevereiro 2008 | 12h21

Após se internar numa clínica de reabilitação no mês passado, a cantora Amy Winehouse, de 24 anos, teve uma recaída e voltou a usar drogas, informou o tablóide inglês The Sun nesta quinta-feira, 28.   Pessoas ligadas à artista temem pela saúde mental de Amy, que voltou a consumir cocaína, ecstasy, maconha e álcool.   Ainda segundo o Sun, um amigo de Amy foi quem ajudou a comprar as drogas, inclusive levando-as à clínica de reabilitação na primeira noite de internação da cantora.   Amy, que este ano ganhou cinco prêmios Grammy, ficou livre de drogas por dez dias, mas logo teve uma recaída. Uma pessoa próxima à cantora disse que, recentemente, em uma reunião, Amy estava tão mal que queimou a mão com um isqueiro.   "Amy sofreu altos e baixos de uma forma que nunca antes lhe havia acontecido. Em um minuto está bem, e no seguinte está no chão, gritando que não agüenta mais. Ela acredita que a reabilitação a está transformado em um zumbi sem emoções", disse a fonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.