Amy Winehouse trava 'batalha de DJs' em pub londrino

A cantora britânica Amy Winehouseparticipou de uma "batalha de DJs" na noite de quinta-feira emum pub próximo de sua casa, na zona norte de Londres, e, emborao evento tenha sido presenciado por diversos fãs, o consensofoi que ela saiu derrotada. A cantora de 24 anos, cuja vida pessoal conturbada e lutacontra a dependência de drogas vêm fazendo inúmeras manchetesnos últimos anos, apareceu no pub Camden Monarch, onde deveriaenfrentar o DJ Bioux. Mas, apesar de ter ficado atrás da estante de discos eescolhido as músicas do show de 30 minutos, Winehouse nãocolocou os fones de ouvido, não mixou as canções e não tentouinteragir com o público. Para alguns fãs, isso não teve importância. Emma, de Watford, comentou: "Há um zunzunzum enorme que acerca. Não sei o que é nela, mas ela cria uma agitação. Assimque ela entrou, os flashes começaram. Foi ótimo poder vê-la." A seleção de músicas feita por Winehouse destacou suasinfluências musicais e incluiu clássicos dos anos 1960 como TheSupremes ("You Can't Hurry Love"), Curtis Mayfield ("Move OnUp") e Jackie Wilson ("I Get the Sweetest Feeling"). Mas ela não convenceu alguns críticos, para os quais anoite foi dominada pelo status de celebridade da cantora, nãopela música. Winehouse ficou diante de um paredão de câmeras e flashes,além dos celulares das pessoas do público. "Foi um pouco estranho, porque quando Amy Winehouse fazalguma coisa, isso se converte num espetáculo estranho, devidoao seu comportamento bizarro. Mas, dessa vez, foi o público quese comportou de modo bizarro", comentou Chris Elwell-Sutton,redator do jornal londrino The Evening Standard. "Ela estava apenas tentando fazer o papel de DJ, mas, pelofato de ser um espaço pequeno e de ela ser tão famosa, em vezde dançar com a música, como fariam fãs normais, todo o mundose acotovelou em volta da cabine do DJ, tentando tirar fotosdela." "Então não parecia um show, mas mais uma sessão de fotos oucoletiva de imprensa." Amy Winehouse foi hospitalizada às pressas no mês passado,e seu pai disse a um jornal que ela está sofrendo de enfisemapulmonar. Desde então, seus agentes recuaram, dizendo que elatem apenas "um toque leve" de enfisema. Nas últimas semanas, a cantora premiada com o Grammy vemprocurando voltar aos palcos, apresentando-se no show emhomenagem a Nelson Mandela e no festival de música deGlastonbury, onde as reações a sua performance foram mistas. Seu marido, Blake Fielder-Civil, deve ser sentenciado em 21de julho, depois de confessar ter atacado o dono de um pub em2006. Fielder-Civil, de 26 anos, pode ser condenado a até cincoanos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.