Amy Winehouse se nega a pagar reabilitação de marido

Segundo declarou uma fonte ao 'The Sun', 'Blake tem muito trabalho para fazer e seu casamento está por um fio'

Ansa,

07 de novembro de 2008 | 13h49

A cantora britânica Amy Winehouse se negou a pagar cerca de US$ 50 mil para a internação de seu marido, o produtor de vídeos musicais Blake Fielder-Civil, em uma clínica de reabilitação, colocando em dúvida o futuro de seu casamento. Segundo informou o jornal inglês The Sun nesta sexta-feira, 7, Amy, de 25 anos, decidiu que não irá pagar os gastos da clínica de reabilitação onde Fielder-Civil foi internado. O marido da cantora deixou nesta quarta-feira a prisão na qual permaneceu por quase um ano cumprindo sentença por ter agredido fisicamente o dono de um pub londrino. "Blake tem muito trabalho para fazer e seu casamento está agora por um fio", declarou ao The Sun uma fonte próxima da cantora. "Ele acreditava que iria estalar os dedos e conseguiria que ela lhe desse US$ 50 mil. Mas até agora Amy se negou e ele não está feliz", acrescentou. Amigos da cantora indicaram que a estrela de jazz quer comprovar que sua relação com Blake "vale a pena". Na quinta, Amy protagonizou um novo incidente de violência ao bater em vários fotógrafos que a esperavam fora de sua casa em Londres.

Tudo o que sabemos sobre:
Amy WinehouseBlake Fielder-Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.