Amy Winehouse recebe advertência por caso de agressão

Cantora, que já foi liberada, passou a noite em delegacia do centro de Londres dando depoimento sobre o caso

Efe,

26 de abril de 2008 | 09h17

A cantora inglesa Amy Winehouse recebeu neste sábado, 26, uma advertência da polícia por agressão, depois de ter sido detida nesta sexta na capital britânica, informou a Scotland Yard (Polícia Metropolitana de Londres).  Veja também:Amy Winehouse será interrogada por suposta agressão Amy, que foi voluntariamente à polícia e já está solta, passou a noite em uma delegacia do centro da cidade dando depoimento sobre um suposto caso de agressão. A advertência que a cantora recebeu neste sábado não equivale a uma acusação, mas o incidente ficará registrado e será levado em consideração se, no futuro, ela for acusada de agredir alguém. Amy procurou a polícia para esclarecer um incidente ocorrido na madrugada de quarta-feira, quando, segundo a imprensa, teria agredido dois homens, um deles com uma cabeçada. A jovem, que tem problemas com o álcool e as drogas, foi detida na noite de sexta logo após ser interrogada sobre o ocorrido. Segundo os meios de comunicação britânicos, a cantora foi expulsa por seguranças de um bar da zona norte de Londres. Também na sexta, o marido de Amy, Blake Fielder-Civil, de 25 anos, compareceu a uma audiência relacionada às acusações de que teria agredido o dono de um pub e obstruído a Justiça. Fielder-Civil deverá permanecer em prisão preventiva até 2 de junho, quando começa seu julgamento.

Tudo o que sabemos sobre:
Amy Winehouse

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.