Reprodução
Reprodução

Amy Winehouse, mais feliz do que nunca

Com namorado novo, cantora diz que morreria feliz se a vida terminasse amanhã

Estadao.com.br,

15 de outubro de 2010 | 18h39

Amy Winehouse não se considera um ícone fashion. À edição de novembro da revista Harper's Bazaar, a musa de Rehab declarou: "Eu me visto como um velho judeu negro. Como se ainda estivéssemos anos 50".

 

A entrevista foi concedida durante uma sessão de fotos feita em Londres para divulgar a coleção que a cantora desenhou para a marca Fred Perry, que deve chegar às lojas para o outono/inverno de 2012.

 

Em um intervalo do ensaio, Amy disse não se sentir à vontade para cliques. "Porque sou da música, não sou boa posando ou agindo como uma modelo". Quando foi perguntada se está feliz, Amy deu a resposta que muita gente já havia percebido. "Tenho um namorado muito bacana. Ele é muito bom para mim".

 

Amy namora há três meses e meio o diretor Reg Traviss. Em 2009, após idas e vindas, ela se divorciou do ex-marido Blake Fielder-Civel.

 

A cantora deve vir ao Brasil no início de 2011, para uma série de shows. Para o fim deste ano, está prometido o tão aguardado sucessor do vencedor do Grammy Back to Black (2006). O disco - e os frequentes escândalos envolvendo álcool e drogas - fizeram Amy ganhar fama mundial.

Tudo o que sabemos sobre:
amy winehousemúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.