Amigos lamentam morte do ex-baixista da banda 'Alice in Chains'

Starr participava de um programa televisivo onde relatava sua luta contra sua dependência de heroína

Efe,

09 de março de 2011 | 14h31

Washington, 9 mar (EFE).- O ex-baixista da banda grunge Alice in Chains, Mike Starr, e protagonista do reality show sobre reabilitação Celebrity Rehab foi encontrado morto em Salt Lake City, informaram nesta quarta-feira as autoridades locais.

Starr, de 44 anos, tinha deixado a banda no início dos anos 1990, e era conhecido recentemente por sua participação em um programa televisivo onde relatava sua luta contra sua dependência de heroína. A Polícia do Estado de Utah realizará nesta quarta-feira a autópsia do músico para determinar exatamente as causas da morte.

Em comunicado conjunto publicado no site da banda, o guitarrista Jerry Cantrell e o baterista Sean Kinney lamentaram a morte de seu companheiro de grupo. "Jerry e Sean choraram a morte do amigo e pedem para que os meios de comunicação respeitem a privacidade durante estes momentos difíceis", assinalaram.

O doutor Drew Pinsky, produtor do programa de televisão no qual Starr participava e que tinha supervisionado o tratamento de reabilitação do músico desde 2009 se mostrou "devastado" pela notícia. "Estamos devastados. É muito triste. Nossas orações estão com sua família", afirmou através da sua conta no Twitter.

Nikki Sixx, da banda Motley Crue também lamentou a morte do músico no microblog. "Descanse em paz Mike Starr. Outro soldado caído por causa da dependência.. :(", expressou Sixx. No dia 18 de fevereiro Starr foi detido por posse de substâncias controladas em Utah.

Não é a primeira vez que o Alice in Chains sofre os impactos das drogas, o vocalista Layne Staley morreu em 2002 por uma overdose de "speedball" (uma mistura de heroína ou morfina com cocaína).

A banda, formada em Seattle em 1987, representava o movimento grunge, ao lado do Pearl Jam, Mudhoney e Nirvana, e vendeu durante a década dos anos 1990 mais de 25 milhões de discos. EFE

Tudo o que sabemos sobre:
músicaAlice in Chainsmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.