Reprodução
Reprodução

Alicia Keys volta ao Twitter após conseguir US$1 mi para a Aids

Campanha da 'morte digital' arrecadou fundos para ajudar pessoas com Aids na África e na Índia

de Bob Tourtellotte, Reuters

07 de dezembro de 2010 | 11h59

Demorou mais tempo do que muitos imaginavam, mas a cantora Alicia Keys e outras celebridades facilmente arrecadaram 1 milhão de dólares para uma entidade de ajuda a vítimas da Aids.

Keys e o cofundador da entidade Keep a Child Alive, Leigh Blake, disseram na segunda-feira que a campanha da "morte digital" conseguiu arrecadar 1 milhão de dólares depois que o empreendedor farmacêutico Stewart Rahr doou 500 mil dólares.

Além da arrecadação de fundos para ajudar milhões de crianças e famílias com Aids na África e na Índia, estavam em jogo as vidas digitais das celebridades, que prometeram se ausentar das redes sociais como Twitter e Facebook até que 1 milhão de dólares fosse arrecadado.

Entre os participantes estavam Justin Timberlake, Ryan Seacrest, Lady Gaga, Kim Kardashian e Usher. A campanha foi lançada no Dia Mundial da Aids, 1º de dezembro, em meio à grande expectativa dos fãs para que atingissem logo o objetivo.

Afinal de contas, as celebridades têm milhões de fãs. Lady Gaga tem 7,3 milhões de seguidores no Twitter. Justin Timberlake tem 3,6 milhões, e Seacrest tem 3,7 milhões.

O problema foi que a campanha demorou mais do que o esperado, e as doações atingiram apenas 100 mil, depois 200 mil. Os astros foram alvo de piadas na Internet, na TV e na rádio. Sua popularidade - ou a falta dela - foi questionada, assim como o desejo dos fãs de mantê-los "mortos digitalmente".

Mas na segunda-feira as estrelas emergiram. "Estou tão eufórico por voltar ao twitter! Grito especial de agradecimento a Stewie Rah Rah por sua doação generosa", disse Seacrest no Twitter. "Voltei da morte! Muito obrigado a todos por suas doações e contribuições! Senti tanta falta de todos vocês!!!", publicou Kardashian na sua conta.

A Keep a Child Alive, por sua vez, informou que "apesar de nunca ter esperado arrecadar 1 milhão de dólares da noite para o dia", a entidade está absolutamente impressionada porque conseguiu alcançar o objetivo em menos de uma semana.

Segundo o grupo, mais de 3.600 pessoas contribuíram.

Tudo o que sabemos sobre:
Alicia KeystwitterAids

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.