Alejandro Sanz vence Grammy de melhor disco

O espanhol Alejandro Sanz foi o grandevencedor do Grammy Latino, realizado na noite de ontem no KodakTheatre, a nova casa do Oscar, em Hollywood. Pelo segunda vez, oartista foi o que recebeu o maior número de prêmios: três. Noano passado, a cerimônia do Grammy Latino, marcada para 11 desetembro, foi cancelada, mas o espanhol levou quatro prêmios,anunciados nas semanas seguintes aos atentados terroristas.Entre os brasileiros, foram premiados este ano Xuxa, PadreMarcelo Rossi, Quarteto Amazônia e outros.Sanz levou o prêmio de melhor gravação com o single Y SoloSe Me Ocurre Amarte, que também ganhou a categoria de melhorcanção. O espanhol também foi premiado com o Grammy Latino demelhor disco, por seu MTV Unplugged. Aoreceber este prêmio, ele disse que estava "com vergonha" devencer de sua concorrente principal, a cubana Célia Cruz. Aartista de 77 anos levou, no entanto, o prêmio de melhor álbumde salsa, para La Negra Tiene Tumbao. Ivan Lins concorria na mesma categoria, com o disco-tributo a Tom Jobim Jobiniando.Padre Marcelo Rossi, com o disco Paz - Ao Vivo, ganhou oprêmio de melhor álbum de música cristã, uma categoria nova dacerimônia. Xuxa venceu por Xuxa Só Para Baixinhos Vol. 2 nacategoria de álbum latino para crianças. Os músicos do QuartetoAmazônia ganharam o prêmio de melhor álbum de música clássicapelo disco Adiós Nonino - Quarteto Amazônia Toca AstorPiazzola. Nas categorias técnicas, o disco Alexandre Pires, do próprio, foi o vencedor na de engenharia de gravação.Lenine venceu o Grammy Latino de melhor álbum popcontemporâneo de música brasileira, por Falange Canibal. OAcústico MTV de Cássia Eller recebeu o prêmio de melhordisco brasileiro de rock. Chico Buarque e Edu Lobo conquistaramo Grammy de melhor álbum de MPB com Cambaio e Bruno eMarrone venceram o Grammy de melhor disco sertanejo comAcústico ao Vivo. Na categoria de álbum de samba e pagode, ovencedor foi Zeca Pagodinho, com Deixa a Vida Me Levar. Aestatueta de música regional foi levada por Gilberto Gil, comSão João Vivo. A melhor canção brasileira de 2001/2002, naopinião do painel de especialistas da Latin Recording Academy, éSaudade de Amar, de Nana Caymmi.A entrega do prêmio que Lenine recebeu foi feita após aapresentação de Ivan Lins, Bossacucanova e Roberto Menescal. Ogrupo tocou Samba do Avião e Garota de Ipanema, de TomJobim. Ivan Lins era o único artista brasileiro a concorrer auma das categorias principais, a de melhor disco, comJobiniando. Perdeu para Sanz. Os grupos Camorra e Nocauteperderam o prêmio de melhor álbum de rap/hip-hop para oporto-riquenho Vico C, com Vivo.A terceira edição do Grammy Latino foi marcada por váriosnúmeros musicais. O show começou com Marc Anthony, que tocouCelos. Um dos melhores momentos da noite foi com odueto do colombiano Juanes com a canadense Nelly Furtado. CarlosSantana apresentou a canção America (de seu novo disco,Shamman) ao lado do grupo de rap/heavy metal P.O.D. Amexicana Thalia cantou No Me Ensenaste. Do lado de fora doKodak Theatre, houve protestos contra o governo dos EstadosUnidos, que não deu vistos a tempo para que 21 artistas cubanoscomparecessem à cerimônia.Confira os vencedoresGravação do Ano - Alejandro Sanz, por Y Solo Se Me Ocurre Amarte Álbum do Ano - Alejandro Sanz MTV Unplugged Melhor Álbum Instrumental Pop - Canciones Inéditas, de Chucho ValdésMelhor Álbum de Rap e Hip Hop - Vivo, de Vico CMelhor Álbum Vocal de Rock (individual) - Soy, de Alejandra GuzmanMelhor Álbum Vocal de Rock (duplas ou grupos) - MTV Unplugged, de La LeyMelhor Álbum de Salsa - La Negra Tiene Tumbao de Celia Cruz Melhor Álbum Tropical Contemporâneo - Dejame Entrar, de Carlos Vives Melhor Canção Tropical - Déjame Entrar, de Andrés Castro, Martín Madera e Carlos VivesMelhor Álbum de Música Cristã - Paz Ao Vivo, de Padre Marcelo Rossi Melhor Álbum Infantil - Xuxa Só Para Baixinhos 2, de XuxaMelhor Álbum de Música Clássica - Adiós Nonino - Quarteto Amazônia Toca Astor Piazzolla, do Quarteto Amazônia Melhor Videoclipe - Suerte, de Shakira Categorias exclusivamente brasileirasMelhor Álbum Pop Contemporâneo - Falange Canibal, de LenineMelhor Álbum de Rock - Acústico MTV, de Cássia EllerMelhor Álbum de Samba/Pagode - Deixa a Vida Me Levar, de Zeca PagodinhoMelhor Álbum de MPB - Cambaio, de Chico Buarque e Edu Lobo Melhor Álbum de Música Sertaneja - Acústico Ao Vivo, de Bruno e MarroneMelhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras - São João Vivo, de Gilberto GilMelhor Canção Brasileira - Saudade de Amar, de Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.