Álbum revive lendário Bob Marley

Cantando como um crooner debailinho, com os cabelos curtos e um terninho impecável, calçade pular brejo e pose de Sammy Davis Jr., ali está o lendárioRobert Nesta Marley, imperador do reggae. As gravações do discoTrenchtown Days: Birth of a Legend (Sony Music) mostram comoa música de Bob Marley e The Wailers evoluiu com o senso deindependência de um novo País, a Jamaica, que se tornouindependente da Grã-Bretanha em 1962. O álbum duplo Trenchtown Days é o reggae começando afugir da armadilha da aculturação, afirmando as raízes frente auma noção civilizatória de execução musical e de business.Foi lançado em vinil nos Estados Unidos em 1977 e relançado noano passado em CD pela Reggae Spirit Series, da LegacyRecordings, uma divisão da Sony Music. São 20 faixas que mostram a rara alquimia harmônicaentre três jovens ídolos do reggae jamaicano: Bob Marley, PeterTosh e Bunny Wailer. Gravado entre 1963 e 1966, carrega pelaprimeira vez alguns dos grandes clássicos do repertório doreggae que Marley levaria à internacionalização nos anosseguintes, como One Love. Peter Tosh conheceu Bob Marley e Bunny Wailer por meiode seu professor de guitarra, Joe Higgs. Eles formaram TheWailing Wailers em 1962, convidando Junior Braithwaithe e oscantores de apoio Beverly Kelso e Cherry Smith. O primeirosucesso do grupo foi um ska primitivo, Simmer Down, um clássicorevisitado ano após ano (também presente nesse disco). Em 1965,Braithwaithe, Kelso e Cherry Smith deixaram o grupo. Registrado no Dodd´s Studio One nos primórdios dos anos60, o disco é encarado por alguns fãs apenas como umareencarnação do disco Birth of a Legend, álbumoriginalmente lançado em 1976 pelo selo Calla e que foi repostonas lojas incansavelmente ao longo dos anos. Mas os próprios fãsde carteirinha reconhecem que a remasterização dessas gravaçõesoriginais dão qualidade excepcional de som aos duetos vocais deMarley e seus partners. Bob Marley se tornaria um ídolo internacional nos anos70, com a aclamação popular de hits como I Shot the SheriffeNo Woman, no Cry. Mas enfrentava aquela máxima de quesanto de casa não faz milagre. Até ali, tinha sucessorelativo em seu País, tendo realizado uma série de gravaçõesmodestas com o produtor Clement Sir Coxsone Dodd. Nesses primórdios, ele ainda não era o animal políticoque se tornaria em seguida. O estilo é sereno, melodioso,misturando ska e soul music, doo-wop aos moldes dos anos 50 ealguma dose de guitarras cool, pontuadas por metais discretos. Como um crooner domesticado dos anos 50, ele se saimuito bem. O trio vocal soa quase como trilha hollywoodiana emcanções como Donna, It Hurts to Be Alone, Do YouRemember e Dancing Shoes. One Love, que viraria hino da batalha igualitáriaque o reggae de Marley encampou, está aqui em sua versãooriginal, completamente despida de ideologia, assim como LetHim Go e outras. O tom dramático de versos como for the loveof God, let him go só viria mais tarde. Mas Trenchtown Days mostra que Marley já estavasubvertendo o dancehall americano clássico com um timing musicalque negava o atalho da soul music ou do funk, afirmando umcaminho próprio e personalizado. A batida do ska tinge de outrascores a melodia colonizadora, mudando uma e outra. Bob Marley morreu de câncer em 11 de maio de 1981. Em1999, foi assassinado o último dos integrantes dos Wailersoriginais, Junior Braithwaithe, um dos que estão presentes nesseálbum duplo. O reconhecimento do dub (técnica pioneira deremixagem, baseada em efeitos de eco, que privilegia baixo ebateria) como recurso pioneiro da música moderna recuperou asinovações desse time inesquecível. Mas sempre é bom lembrar quequem projetou o dub e inventou o scratch foi outro jamaicano,Lee Perry.Serviço - Trenchtown Days: Birth of a Legend. Bob Marley and TheWailers. Sony Music. Preço médio do CD: R$ 25,00

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.