Álbum concentra o jazz de vanguarda dos anos 60

Segundo escreve o crítico Ira Gliter, os anos 50 ficaram marcados no jazz pelo alcance popular. Dave Brubeck e Thelonious Monk saíram na capa da revista Time e foi realizada a primeira edição do grandioso Newport Jazz Festival. O selo Atlantic registrou essa efervescência. Já os anos 60 foram marcados pelo elemento vanguardista, o "noise element", com a iconoclastia de Mingus, Coleman, Coltrane e Miles Davis. Parte disso está registrado na coletânea Atlantic Jazz: Best of the ´60s (Rhino/Warner). De Una Muy Bonita, de Coleman, à versão de Summertime do Modern Jazz Quartet, conheça a gênese de uma revolução.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.