Ainda restam ingressos para show dos tenores

Faltando uma semana para o show dos Três Tenores já foram vendidos, segundo números oficiais divulgados pela organização do espetáculo, 28 mil ingressos. Entre eles, 500 convites Vip Premium, a metade dos que foram colocados no mercado. Em números aproximados, o faturamento do show gira em torno de R$ 3 milhões. Visando aumentar os lucros, três novos postos de vendas foram criados. Contudo, Pavarotti, Plácido e Carreras, que aterrisam no Brasil na próxima quinta-feira, fizeram exigências modestas para três estrelas que movimentam cifras tão monumentais por onde passam. Entre mel, iogurte, coca-cola e cerveja brasileira estão poucas toalhas, um fogão, aparelhos para diversão e uma esteira de corrida. O aumento do número de postos de venda já estava previsto pela organização do evento. A Levi?s assumiu a responsabilidade de alavancar as vendas. Os novos locais cadastrados são as lojas da grife no Shopping Morumbi e no Shopping Paulista e a bilheteria do ginásio do Ibirapuera. Exigências ? Pavarotti ficará cozinhando em seu quarto nesta passagem por São Paulo. O tenor pediu, além de um fogão de duas bocas, panelas, aventais e outros apetrechos. Não pediu mantimentos, pretende comprá-los. Como Plácido e Carreras, suas exigências foram modestas. Muitas frutas, água importada, de preferência Perrier. Cervejas brasileiras também estão no cardápio selecionado pelo cantor. El País, The Harald Tribune e Gazeta dello Sport são as exigências de Plácido Domingos. O tenor tem o hábito de ler estes três jornais diariamente e pretende manter sua rotina nesta sua estada no Brasil. Também pediu uma esteira de corrida, para que possa fazer exercícios em seu quarto. Quanto à alimentação, foi o único que pediu vinho tinto. Carreras pediu praticamente as mesmos coisas que seus parceiros. Em comum, todos pedem um teclado, para que possam fazer os exercícios de voz a que estão habituados. Em príncipio, pediram um piano de armário, a organização, contudo, não conseguiu os instrumentos. No quarto e no camarim, exigem suco de laranja, frutas brasileiras, leite, mel, iogurte, 12 litros de água por dia, Coca-Cola e Pepsi. Para diversão, aparelhos de vídeo, som, televisores e fitas de vídeo, principalmente comédias. As toalhas, comumente pedidas aos montes pelas estrelas internacionais, são um reflexo do comportamento de Plácido, Carreras e Pavarotti. Para os quartos, suítes comuns do Transamérica Hotel, com cerca de 100 m², 6 toalhas para cada um. No show, o número sobe para dez. A programação já está definida. Chegam em São Paulo dia 19. Antes do show fazem um ensaio para testar o repertório e no dia do espetáculo, realizam a passagem de som. No dia 23, voltam para a Europa. São esses os únicos compromissos agendados. No mais, terão os dias livres. Cardápio VIP? O jantar oferecido aos compradores do ingresso Vip Premium será organizado pelo restaurante paulistano Fasano. São diversos pratos, a ser escolhidos pelos frequentadores no momento em que estiverem deliciando as iguarias. De entrada, três opções de sopa: di melanzane e aragosta alla cipollina, di pomodoro e cappelletti in brodo. Há também polenta com salsa de gorgonzola, funghi e ragu de ossobuco. O prato principal, como era de se esperar, será massa. ravioloni di mozzarella de bufala, tortelli de fagiano, gnocchi di spinaci e fettucine são as alternativas. Os molhos: vino rosso, pomodoro, pesto e profondo mare podem ser combinados aleatoriamente às opções de pasta. Por fim, a sobremesa: goccia di cioccolato com salsa di lamponi e panache di frutta. As bebidas são das melhores o possível: champagne Moët & Chandon, vinho branco Chardonnay Alto Adige Doc 96 ? Alois Lageder, vinho tinto Côtes du Ventoux 98 ? La Vielle Ferme (Chateau du Beaucastel). Para acompanhar a sobremesa Muscat Beaumes de Venise. Depois de tudo isso, vale dizer que o ingresso também dá direito de assistir ao show.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.