Adrien Brody ataca de rapper

Adrien Brody, o ator principal de O Pianista que foi a surpresa do Oscar deste ano, é dono de outra habilidade artística, esta nada a ver com a interpretação. A revista Rolling Stone publicou em seu site que Brody quer se iniciar na produção de música. Não do piano clássico de seu personagem no filme de Polanski, mas de hip hop.Segundo a Rolling Stone, o peso pesado do hip hop P. Diddy está disposto a ser o padrinho do ator no mundo do rap. "Meu conselho é que ele continue fazendo o que já faz", disse Diddy. Brody aprendeu a cantar raps e dançar break no bairro em que nasceu, o Queens, em Nova York. O próprio ator, sem qualquer modéstia, afirma: "Faço hip hop, mas não sou somente um músico de hip hop".Mais gente importante se impressionou com Adrien Brody versão hip hop. Depois de uma sessão com Lenny Kravitz, Brody disse que "Lenny ficou impressionado com as coisas que eu mostrei". O olheiro da gravadora Roc-A-Fella, Damon Dash, é outro a rasgar elogios ao estilo de Brody no universo rap. "Fiquei surpreso de ver como Adrien é entendido na cena e na cultura. Quase parece que ele prefere fazer isso", disse Dash.Mas tanta aprovação não poderia passar impune. P. Diddy encontrou algo para criticar no rapper Adrien Brody: o nome com que ele se apresenta. Para ele, Brody não pode mais aparecer com o apelido de A. Ranger. "Posso arranjar um nome melhor para ele. Não vou deixar meu amigo sair por aí assim."

Agencia Estado,

16 de abril de 2003 | 16h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.