Adele arrasa nos prêmios Billboard em uma festa com várias ausências

Cantora britânica, que não compareceu à cerimônia, venceu nas categorias artista do ano, melhor álbum, melhor canção alternativa e melhor artista feminina, entre outras

EFE,

21 de maio de 2012 | 05h56

SÃO PAULO - A cantora Adele foi a grande vencedora dos prêmios Billboard da música nos Estados Unidos após ficar com 12 prêmios, incluindo o de melhor artista do ano, em cerimônia realizada na noite de domingo, 20, em Las Vegas, marcada pelas ausências.

 

A cantora britânica, que este ano já foi protagonista na cerimônia dos Grammy, venceu também em categorias como melhor álbum por "21", melhor canção alternativa por "Rolling in the Deep" e melhor artista feminina. No entanto, Adele não compareceu à festa, assim como Lil Wayne, que levou quatro prêmios.

 

Seu vazio foi preenchido por Justin Bieber e Katy Perry que levaram para casa um prêmio cada um (melhor artista em mídias sociais e prêmio para figura proeminente, respectivamente). Os dois fizeram apresentações, assim como o grupo LMFAO, que tocou no evento desde o início e levou seis prêmios.

 

"Isto é incrível, é um sonho tornado realidade", disse o cantor do grupo Red Foo quando recebeu o prêmio Hot 100 Song por "Party Rock Anthem".

 

Quatro prêmios foram para o rapper Lil Wayne e para o grupo de rock Coldplay, enquanto Casting Crowns, Jason Aldean e Lady Gaga, que venceu como melhor artista "dance", ficaram com dois prêmios.

 

Gaga também não apareceu na cerimônia que aconteceu no auditório do hotel e cassino MGM de Las Vegas, da mesma forma que Nicki Minaj e Rihanna, também ganhadoras.

 

Os prêmios Billboard da música reconheceram o desempenho de artistas em 46 categorias em função de seu rendimento nas listas de sucessos Billboard nos EUA nas quais se contabilizam as vendas, os downloads, a difusão em rádio, a participação em redes sociais e as turnês.

 

Entre os latinos, destaque para a colombiana Shakira como artista do ano. "Dança Kuduro", de Don Omar & Kucenzo, foi escolhida como melhor canção.

 

Pitbull, que disputava cinco prêmios, ganhou com "Give me Everything", que foi considerada a melhor canção radiofônica.

 

Ao longo das três horas de festa, que nos EUA foi transmitida pela rede "ABC" e conduzida pelos atores da série "Modern Family" Ty Burrell e Julie Bowen, houve mais de 15 apresentações, entre as quais se destacou Katy Perry com suas acrobacias sobre um palco cheio de nuvens para apresentar seu novo single "Wide Awake".

 

Também apresentaram sua música Linkin Park, Carry Underwood e Chris Brown, que entrou de bicicleta.

 

O momento mais emocionante dos prêmios Billboard foi vivido quando se lembrou os talentos que morreram recentemente.

 

A atriz Whoopi Goldberg se encarregou de apresentar o tributo a Whitney Houston, que morreu em fevereiro, e no qual participou John Legend que ao piano e acompanhado por uma orquestra cantou "The Greatest Love of All".

 

Sua versão foi seguida pela música mais conhecido da carreira de Whitney, "I Will Always Love You", interpretada pela atriz Jordin Sparks.

 

A filha de Whitney Houston, Bobbi Kristina, não conseguiu evitar as lágrimas durante a homenagem.

 

"Só quero dizer obrigado a todo mundo por nos mostrar seu apoio, não só quando as coisas iam bem. Sinto-me abençoada por ter feito parte da vida de uma mulher tão incrível. Não voltará a ter uma igual", comentou Bobbi Kristina no palco acompanhada pela cunhada da cantora, Pat Houston, no momento de receber em seu nome o prêmio honorífico Millennium.

 

Nos Billboard se guardou um instante de silêncio pela morte neste domingo de Robin Gibb, dos Bee Gees, a cantora Natasha Bedingfield interpretou "Last Dance" em lembrança de Donna Summer, que faleceu na quinta-feira, e para honrar Adam "MCA" Yauch, dos Beastie Boys, CeeLo Green e Goodie Mob acrescentaram "Fight for Your Right" a seu single "Fight to Win".

 

O evento terminou com a entrega do prêmio Billboard Icon a Stevie Wonder, que junto com Alicia Keys interpretou "Higher Ground", "Overjoye" e "Empire State of Mind".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.