"Acústico MTV": é a vez de Zeca Pagodinho

O sambista Zeca Pagodinho é de poucas palavras. Não é de dar longas entrevistas, nem gosta de badalação. Mas, quando sobe num palco, solta o verbo sem cerimônia. Zeca causa surpresa ao lançar um CD/DVD em formato acústico, com a marca MTV, gravado no Pólo de Cinema e Vídeo, no Rio de Janeiro. Ele vem acompanhado por 42 músicos, incluindo sua banda e uma orquestra de cordas, formada por integrantes da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal, da Pró Música e dos quartetos Bessler e Guerra Peixe. Para quem traz na discografia álbuns de estúdio e ao vivo, o sambista acha que está tudo muito bom. ?Foi mais emocionante. Normalmente, quando chego ao estúdio, os instrumentos já estão gravados?, diz ele. ?Na gravação do Acústico, foi tudo gravado junto, tive contato direto com todo mundo.? Como foi tudo muito rápido (o CD foi gravado em dois dias), a escolha do repertório teve de ser ligeira. O que, segundo o sambista, não deu muito trabalho, já que o CD é inspirado no set list habitual de seus shows. Zeca transita por uma seqüência de músicas com as quais mantém plena intimidade. No CD Acústico MTV ? Zeca Pagodinho, canta o antigo repertório, como Brincadeira Tem Hora, Não Sou mais Disso, Verdade , Samba Pras Moças, Posso até me Apaixonar. E aproveita para apresentar inéditas: Comunidade Carente, Lá Vai Marola, O Penetra e Pago pra Ver. Em companhia de sua querida Velha Guarda da Portela, o sambista interpreta o sucesso Vai Vadiar (Monarco e Alcino Corrêa) e Coração em Desalinho. A Velha Guarda a Arlindo Cruz são as a únicas participações no CD. ?Eles sempre participam dos meus trabalhos, são a minha paixão?, diz ele sobre a Velha Guarda. O encontro com Arlindo Cruz, no entanto ,não estará no CD, só sai mesmo no DVD Acústico MTV, a ser lançado em dezembro. O pacote inclui ainda um especial na MTV, previsto para o dia 21 de novembro. No entanto, no dia 17, a emissora faz um aquecimento com a exibição de um programa gravado em Xerém, refúgio do compositor no Rio. Nele, Zeca receberá convidados como Otto, Jair Oliveira e Simoninha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.