"Acústico" de Roberto Carlos é adiado

Pela segunda vez, o lançamento do CDAcústico de Roberto Carlos foi adiado. Depois de julho e 1.ºde setembro, agora a data provável do lançamento é entre 20 e 30de setembro. A faixa Parei na Contramão deve chegar aomercado sem o tradicional clipe promocional. Até hoje, nadahavia sido feito pela MTV a respeito, por falta de autorizaçãoda Globo para uso de imagens do show Acústico, gravado pelocantor.Artista exclusivo da Globo, Roberto Carlos escolheu aMTV para gravar um Acústico. Segundo o diretor da CentralGlobo de Comunicação, Luís Erlanger, tudo o que deixar deocorrer em relação a esse produto "é culpa da MTV". "Elesromperam o acordo e nos impediram de entrar no estúdio paragravar o show", diz Erlanger. A assessoria da MTV diz que asemissoras nunca chegaram a firmar acordo.Com a decisão de Roberto Carlos de gravar um CD nosmoldes do Acústico, Globo e MTV travaram uma queda de braçosque só terminou no segundo dia de gravação do programa. Momentosantes do cantor iniciar o trabalho, os advogados das emissorasderam por encerrada a negociação. A Globo queria fazer a própriacaptação de imagens para seu programa com Roberto Carlos. Emtroca, a MTV poderia exibir o show e criar, a partir daí, trêsclipes promocionais do CD para usar na sua programação. A MTVnão concordou com a entrada em estúdio de uma equipe da Globo.Em troca, cederia para a emissora a gravação do show para que aGlobo fizesse seu programa. Roberto Carlos pode gravar disco coma MTV, mas não ter sua imagem na emissora. Na Sony, asnegociações envolvendo o lançamento são feitas pelo cantor.Resta a pendência: o DVD sai ou não?

Agencia Estado,

14 de agosto de 2001 | 16h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.