Acidente envolvendo cantor Chorão fere 4 pessoas

Um acidente envolvendo o vocalista Chorão, Alexandre Magno Abrão, da banda de rock Charlie Brown Jr., deixou quatro pessoas feridas, uma delas um ciclista que foi atropelado. Segundo a polícia, por volta das 20h30 de ontem, na esquina das ruas Londres e Campos Mello, no bairro do Macuco, em Santos, Litoral Sul paulista, o vocalista, que dirigia uma picape Cherokee, bateu contra um Fiat Pálio Weekend e depois atropelou o ciclista. Além do ciclista, outras três pessoas - duas mulheres e um homem - também ficaram feridos no acidente. As vítimas foram encaminhadas pelos Bombeiros para os pronto-socorros Central e da Santa Casa da cidade e para um posto de pronto-atendimento. O caso foi registrado no 3º Distrito Policial de Santos, localizado na Ponta da Praia.OrigemEm 1992, Chorão decidiu se reunir com os amigos Marcão e Champignon para montar uma banda. Empolgados com a idéia, eles aceitaram de imediato, pois já sabiam tocar seus instrumentos. Só faltava dar um nome à banda. E não foi preciso pensar muito para encontrar um nome bacana, já que um pequeno acidente trouxe inspiração aos caras. Foi numa batida de carro em Santos quando Chorão atropelou uma barraca de coco chamada Charlie Brown. O Jr. surgiu mais tarde porque eles se consideravam filhos da geração de músicos formada por bandas como Planet Hemp e Suicidal Tendencies.IncidenteEm julho de 2004, Chorão acertou uma cabeçada no nariz e um soco no olho do vocalista e guitarrista do grupo Los Hermanos, Marcelo Camelo, no aeroporto de Fortaleza. As duas bandas estavam em conexão para Teresina (PI), onde participaram do festival Piauí Pop. Segundo informações da organização do festival, no vôo que levou as duas bandas para Fortaleza, Chorão tirou satisfações de Camelo sobre declarações que ele fez sobre a banda em uma entrevista à imprensa. Na sala de embarque, o líder da banda Charlie Brown Jr. agrediu Camelo. Chorão chegou a ser detido pela Polícia Federal, mas Camelo retirou a queixa e as duas bandas puderam seguir para Teresina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.